A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

18/02/2015 14:27

O que as mulheres querem ?

Por Heitor Freire (*)

Mulher é um tema constante na minha vida, no meu consciente e no inconsciente, na minha mente, no meu coração. Assim, volto ao assunto.

Todo homem tem sua parte feminina e toda mulher tem sua parte masculina. Do perfeito entendimento dessa composição do nosso ser, poderemos manter um equilíbrio constante e obter melhores resultados de nossas performances.

Se o homem fizer uso da sua feminilidade enriquecerá sua personalidade básica. O contrário, se a mulher fizer uso de sua masculinidade, também enriquecerá sua personalidade.

Manter-se alerta às diferenças entre homens e mulheres, masculinidade e feminilidade e aos seus níveis psicológicos será profundamente gratificante. Todas as conquistas e realizações do homem foram voltadas para a mulher. Inconscientemente sempre estamos buscando meios de conquistá-las.

A mulher por seu lado, também vive em função do ser amado. Para quem ela se enfeita? Para quem ela se embeleza, fazendo de tudo para chamar a atenção masculina? Submetendo-se, às vezes, a tratamentos dolorosos que suporta com sofrimento, mas se alcançar o seu objetivo, tudo valeu.

Não existe na natureza nada mais graciosa do que a mulher: o seu sorriso, o seu balançar de quadris, o seu olhar, aquela maneira envolvente com que levanta os braços e mexe a cabeça daqui pra lá.

Tom e Vinicius cantaram a beleza da mulher na sua imortal Garota de Ipanema, a música (segundo dizem) mais tocada em toda a terra:
Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
Num doce balanço
A caminho do mar
Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que eu já vi passar
Evidentemente muitas lendas cercam o mistério do que as mulheres querem. Tem uma que envolve o rei Arthur quando era jovem. Ele foi apanhado caçando sem permissão nas florestas do reino vizinho, sendo então preso. Ele poderia ter sido morto imediatamente, pois esse era o castigo por transgredir as leis da propriedade e posse.

Mas o rei comovido pela juventude e simpatia do rapaz, ofereceu-lhe a liberdade com a condição de ele encontrar resposta para uma pergunta muito difícil, no prazo de um ano: “O que realmente quer a mulher?”

E Arthur partiu perguntando a todas as pessoas que encontrava no seu caminho. Homens e mulheres, prostituta, freira, princesa, rainha, sábio e bobo da corte, todos foram inquiridos, mas ninguém deu uma resposta convincente.

Depois de tanto procurar, disseram-lhe que uma pessoa saberia a resposta: Uma velha bruxa. Ao encontrá-la, ela avisou que primeiro deveria ser discutido o preço da consulta. Ele concordou e ela disse que o preço era o casamento dela com Gawain, o cavaleiro mais nobre da Távola Redonda.

Arthur ficou chocado, ela era horrorosa, tinha um dente só, cheirava muito mal, emitia sons obscenos e era corcunda. E ele ficou temeroso de pedir ao seu melhor amigo que assumisse tal fardo.

Gawain, ao saber da exigência da bruxa e querendo salvar Arthur, concordou em pagar o preço pedido. O casamento foi anunciado e a velha bruxa revelou sua sabedoria: “Sabe o que realmente quer a mulher? Ela quer ser senhora de sua própria vida!”

Assim Arthur voltou ao rei e revelou o segredo sendo então salvo da condenação à morte. Gawain casou com a velha bruxa. Ao levá-la para o leito nupcial, foi surpreendido com uma grande transformação, ela havia se convertido em mulher linda e maravilhosa.

Surpreso agradavelmente com o fato, perguntou a ela, o que aconteceu. E ela disse que durante 12 horas ela tem a aparência de bruxa e nas 12 horas seguintes essa que agora apresentava, perguntando-lhe então o que ele decidiria: “Qual período ele escolheria, de dia ou de noite?” E ele com grande sabedoria e já aplicando o conhecimento adquirido, pediu-lhe que ela mesma escolhesse. Com isto ela anunciou que seria a bela donzela tanto de dia como de noite.

Nessa lenda se aprende também que a mulher pode ser uma bruxa ou uma bela donzela, depende da maneira que a tratamos.

Aprendamos então para contarmos sempre com uma bela donzela ao nosso lado.

(*) Heitor Freire – Corretor de imóveis e advogado.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions