A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

07/05/2013 17:18

OGM’s: Bomba relógio ou a revolução agrícola do século XXI?

Por José Fernando Jurca Grigolli (*)

Os organismos geneticamente modificados (OGM’s) vão nos intoxicar! Estas plantas são mutantes e vão exterminar a humanidade! Eu não vou comprar este veneno! Estes cientistas ficam brincando de Deus! Estes foram e são apenas alguns comentários por vezes vistos em sites na internet e reportagens nos noticiários quando os OGM’s chegaram na Agricultura. Mas de onde vêm tantas certezas? Tanto medo?

O setor médico e farmacêutico enfrentou e por vezes enfrentam estes questionamentos. Afinal de contas, o que seria dos diabéticos sem a insulina retirada dos porcos? Ou será que são as células-tronco que vão acabar com a humanidade? Talvez a clonagem? E os outros diversos medicamentos que corriqueiramente utilizamos, de onde eles vêm?

Muitas vezes, o sensacionalismo e o “achismo” tomam o espaço da Ciência. Qual a origem de tamanha desconfiança, se por trás dos OGM’s existe uma série de pesquisas? Os OGM’s são utilizados a mais de 20 anos nos EUA e não foi, até o momento, comprovado nenhum malefício destes organismos à saúde humana, diferentemente de drogas liberadas para o consumo no mundo, como o tabaco e o álcool. Da mesma forma ocorreu com a insulina, citada anteriormente, que é retirada dos porcos e ano a ano salva milhares de vidas de pessoas em todo o mundo.

Até o presente momento, apesar das inúmeras pesquisas das mais diferentes e renomadas instituições, não existe sequer um trabalho científico incontestável com a resposta positiva à simples pergunta: os OGM’s podem fazer mal à saúde humana?

Pelo contrário, se usados de forma CORRETA, podem reduzir o uso de agrotóxicos e aumentar a quantidade de alimentos disponível nas lavouras, pois a população está crescendo de forma exponencial, e a questão alimento se torna cada vez mais crítica.

Ser contra ou a favor? Cabe a cada um de nós julgar a tecnologia, buscar o conhecimento sobre seus prós e contras, com fundamentos teóricos, para evitar equívocos ou sensacionalismos! O conhecimento está disponível, inclusive nos produtos que contém os OGM’s, visto que contém um triângulo amarelo com um T no centro (o que nos remete a pensar que há uma substância tóxica na embalagem).

Assim, cabe a cada um de nós julgar se são de fato uma bomba relógio prestes a estourar e que coloca em risco a saúde humana, ou se são a revolução agrícola do século XXI e
com grandes perspectivas de uso, buscando atingir níveis de produtividades extremamente elevados.

(*) José Fernando Jurca Grigolli é engenheiro agrônomo, mestre em agronomia - produção vegetal.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions