A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

08/11/2014 10:28

Qual a melhor época do ano para embarcar em um intercâmbio cultural?

Por Ana Luisa D´Arcádia de Siqueira (*)

Após a escolha do destino para estudar no exterior, uma das dúvidas que surge é a melhor época do ano para viajar. As dúvidas giram em torno dos custos, clima do país e disponibilidade de tempo e financeira do aluno.

O clima costuma ser o primeiro ponto a ser analisado. No hemisfério norte, o verão é entre final de junho e setembro. Nesta época, os dias duram mais e a temperatura é mais amena e agradável, ideal para que os estudantes possam aproveitar as atrações da cidade. Para quem vai para países como Canadá, Inglaterra, Irlanda, mas não gosto de frio, este período é uma ótima escolha.

Em países do hemisfério sul, como Austrália, Nova Zelândia, África do Sul ou países da América Latina, as estações são no mesmo período que no Brasil. Então, quem quer aproveitar o verão, deve viajar entre dezembro e março. Aqueles que preferem o inverno, devem viajar no meio do ano.

O inverno também traz ótimas possibilidades. Para quem quer aproveitar o frio, a estação começa em dezembro. No Canadá, por exemplo, há diversas opções de esportes de inverno, como esqui e snowboard.

Quem vai fazer cursos com datas de início determinadas, não tem como alterar a data da viagem, isso acontece em cursos de high school, específicos para exames, pós graduação, acampamentos de verão ou inverno, entre outros. Aqueles que farão cursos de idioma, conseguem escolher a data de início, e neste caso, é preciso levar em conta a rotina no Brasil. As necessidades variam. Alguns precisam analisar período de férias ou saída do trabalho, tudo depende do momento que o aluno está vivendo.

É preciso estar atento ao calendário do colégio. Alguns colégios tem recesso no final do ano, então viajar neste período não é a melhor opção, principalmente para aqueles que ficarão por um curto período de tempo. O período de recesso e feriados varia de colégio para colégio, por isso é importante se informar com seu consultor educacional antes da viagem.

Outro fator que influencia diretamente na decisão da data de embarque é o orçamento. Quem quer economizar, deve fugir das épocas de alta temporada, como dezembro e janeiro e junho, julho e agosto. Nestes períodos, as passagens aéreas ficam mais caras, algumas escolas e acomodações cobram taxas extras e os custos no país também são mais elevados.

Todos os países tem atrações encantadoras durante as diferentes épocas do ano. É essencial procurar uma agência de intercâmbio com profissionais qualificados para auxiliarem no momento da decisão. É preciso conciliar a disponibilidade de tempo, com o perfil e orçamento do aluno. O intercâmbio é o momento da realização de um sonho e marca a vida do aluno pra sempre. Por isso, todos os detalhes são essenciais para que a experiência seja inesquecível.

(*) Ana Luisa D'Arcadia de Siqueira é diretora de marketing da Global Study, franquia de intercâmbios.

Brasil potência no mundo da ciência: entre o intelectual e o manicomial
Não se pode dizer ao certo se por conta de uma "cultura da avaliação" – seja lá o que isso signifique – ou se por um instinto de vaidade, quando são ...
O círculo de todos nós
São inúmeros os estudos que tratam da distinção entre o público e o privado. No entanto, estamos vivendo um novo momento da humanidade em que essa fr...
O Segredo da Juventude
Quem quer ser jovem? Sabe-se que as pessoas buscam a cada dia uma supra valorização da aparência, principalmente nos dias atuais. A cantora Madonna (...
O papel da escola na integração da pessoa com deficiência
Para que a pessoa com deficiência aprenda, ela precisa ser integrada ao meio e ao convívio social. E a escola tem um papel fundamental nessa integraç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions