A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

15/01/2019 12:15

Viva! em 2019

Por Wilson Aquino (*)

 

Novo ano, novos desafios, pois a vida nunca foi e nunca será fácil para ninguém. Por mais que aparentemente pareça ao contrário, ela exige que nos esforcemos sempre, para obtermos êxito naquilo que buscamos. Conscientes dessas coisas, de que no dia a dia precisamos trabalhar e lutar arduamente, mesmo com nossas limitações físicas, emocionais, materiais e intelectuais, fica muito mais fácil termos ânimo e ganharmos ritmo e segurança para trilharmos rumo à vitória sobre cada objetivo traçado neste 2019.

Uma lei natural da vida, que ampara todos os que lutam, é a que garante que todo esforço empreendido tem sua compensação. Portanto, mesmo diante dos mais gigantescos desafios que nos serão impostos ao longo de nossa jornada em 2019, temos a garantia de que sairemos vitoriosos, se dermos o melhor de nós para sobrepuja-los.

Se agirmos assim, de maneira aguerrida, determinada, sairemos vencedores, mesmo quando “derrotados”. Afinal, nem toda vitória vem da conquista de um objetivo alcançado, mas sim da forma como a buscamos.

Logo, estabelecer metas para 2019 e lutar pela sua materialização, não deveria ser problema para ninguém, pois o propósito da vida é esse: trilhar o caminho e vencer seus obstáculos de maneira honesta e com muito trabalho, visando sempre nosso crescimento pessoal, profissional e espiritual.

A beleza e a complexidade da vida tornam proibitiva a inércia do homem durante sua passagem na Terra. Cruzar os braços sem agir, sem se movimentar rumo às conquistas diárias, é morte.

Deus, na sua infinita sabedoria, nos trouxe do mundo espiritual para este plano aqui na Terra para trabalharmos e vencermos as limitações, medo e frustrações existentes dentro de cada um de nós.

Se as pessoas soubessem que o Senhor está para nos ajudar. Ajudar todos aqueles que acreditam Nele, certamente viveriam a vida de maneira mais segura e tranquila, pois teriam a certeza de que mesmo diante de derrotas e fracassos, não estariam sós, teriam Seu amparo e e Sua força para continuar.

O homem precisa entender que todos, mais cedo ou mais tarde, de maneira intensa ou passageira, até mesmo ao acordar, às vezes sente um desejo muito profundo de não querer se levantar. Impera um forte desejo de ficar ali, quieto, deitado, sem ninguém para importuná-lo e nenhum dever para cumprir.

Entretanto, todos sabemos que é preciso vencer esse cansaço, esse desânimo e se levantar. Respirar fundo e sair para lutar contra o dragão do dia.

Felizes aqueles que quando acordam se alegram pelo dom da vida, agradecem a Deus pela dádiva recebida e partem em busca de suas conquistas.

Para muitos, eu sei, isso é quase impossível, pois carregam pesados fardos sobre ombros cansados que os impedem de sair da cama. Porém, sabemos também que é preciso reagir! Se levantar! Ganhar forças e trilhar o caminho com perseverança, Fé em Deus, amor e alegria.

Essa dificuldade de trilhar o caminho me remete à história daquele atleta maratonista (Abebe Bikila ?) da década de 60 que no meio da prova teve uma lesão grave na panturrilha, que obrigaria a qualquer um a interromper imediatamente a prova. Só que ele não! Rasgou um pedaço de sua própria camiseta, amarrou na parte lesionada e continuou a prova. Alcançou a linha de chegada quase duas horas depois do último colocado. Quase ninguém se lembra de quem venceu aquela prova, mas o maratonista machucado entrou para a história pela sua perseverança de chegar ao fim de sua jornada.

Que em 2019 possamos ser como esse atleta e não nos abalarmos com absolutamente nada que encontrarmos ao longo dos próximos 12 meses e que possamos avançar a cada dia em busca de tudo aquilo que for bom para nós e à nossa família. Que sejamos dignos merecedores da vida, para que no final não lamentemos como bem diz a letra da música Epitáfio, cantada pelos Titãs: “Devia ter amado mais / Ter chorado mais / Ter visto o sol nascer / Devia ter arriscado mais/ E até errado mais / Ter feito o que eu queria fazer...”

(*) É jornalista, professor e cristão SUD. 

Origem espiritual da Profecia
Em minha obra Os mortos não morrem, transcrevo estudos abalizados e relatos interessantíssimos sobre a realidade da vida após o fenômeno chamado mort...
As mulheres e Einstein
Fato incomum: 1.900 mulheres discutindo agronegócio, de questões mercadológicas a tendências de tecnologia, sustentabilidade, gestão, diplomacia ambi...
A humanidade e o poder
Para enfrentar a limitação de recursos da natureza, os humanos têm que superar o egoísmo e encarar a vida com seriedade e solidariedade, estabelecend...
Diálogo de surdos
Imaginem a cena: um professor que repete, repete, repete, sempre da mesma forma, um mesmo conteúdo, em diversas classes, imaginando ter feito a parte...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions