A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

02/07/2019 13:21

A pedido do governo de MS, Justiça mantém Força Nacional em Caarapó

Portaria publicada hoje no Diário Oficial da União mantém fiscalização especial por mais 90 dias

Silvia Frias
Policiais em fazenda onde ocorreu tentativa de invasão, em 2016 (Foto: Divulgação/PM)Policiais em fazenda onde ocorreu tentativa de invasão, em 2016 (Foto: Divulgação/PM)

Ministério da Justiça prorrogou permanência da Força Nacional em Caarapó, município distante 283 quilômetros de Campo Grande, mantendo a determinação de fiscalização contra narcotráfico, contrabando e conflitos agrários.

A publicação da portaria, assinada pelo ministro Sérgio Moro, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (2), atendendo pedido enviado no dia 11 de junho de 2019 do governo de Mato Grosso do Sul.

A manutenção, a exemplo das outras duas portarias com mesmo objetivo já publicadas este ano, deve ser mantida por mais 90 dias.

O contingente a ser disponibilizado vai obedecer planejamento do Ministério da Justiça, conforme necessidade da Força Nacional de Segurança. A portaria entra em vigor na data de publicação.

O esquema de segurança reforçado em Caarapó foi considerado necessário a partir de 2016, depois da divulgação de estudo de identificação e delimitação assinado pela então presidente da República Dilma Rousseff.

Em junho daquele ano, índios da aldeia Tey Kuê decidiram entrar na Fazenda Yvu. Logo depois, em investida de cerca de 200 produtores rurais, funcionários das propriedades e seguranças, seis índios ficaram feridos e um morreu: o agente de saúde indígena Clodiode Aquileu Rodrigues de Souza, 26 anos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions