ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Antes da pandemia, sul-mato-grossense era o 6º que mais viajava no País

Levantamento aponta que dos 932 mil domicílios no Estado, 233 mil têm algum morador que viajou antes de responder ao questionário

Por Aletheya Alves | 12/08/2020 15:46
Veículos na BR-163; pesquisa mostra que 60% dos que viajam em MS, vão de carro (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Veículos na BR-163; pesquisa mostra que 60% dos que viajam em MS, vão de carro (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Divulgado nesta quarta-feira (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios Contínuas indica que apenas 29,9% dos sul-mato-grossenses realizaram alguma viagem entre abril e setembro do ano passado. Os 60% que não viajaram disseram que a falta de dinheiro impediu os planos.

Mesmo assim, Mato Grosso do Sul está no 6º lugar dentre os os estados brasileiros onde os moradores mais viajam. A pesquisa foi realizada nos meses de julho, agosto e setembro do ano passado e aponta que dos 932 mil domicílios registrados no Estado, 233 mil têm algum morador viajou nos três meses anteriores ao questionário.

Já em relação ao principais motivos para não sair da cidade, 43,2% das pessoas disseram ser a falta de dinheiro, 24,7% indicou não ter tempo e 13,8% responderam não ter havido necessidade.

Entre viagens nacionais e internacionais, 98,5% das pessoas entrevistadas responderam que ficaram em território nacional. Com a outra opção, apenas 5 mil conseguiram realizar viagem internacional. Sobre a finalidade, 270 mil informaram ter viajado por motivos pessoais, enquanto 42 mil indicaram a necessidade profissional.

No topo - Mato Grosso do Sul tem o maior porcentual de viagens com intuito de visitar parentes e amigos. Foram 130 mil registros (48,4%) indicando a visita como principal motivo para viajar, seguido por Rondônia com 43,2%.

Na lista de motivos, também há tratamento de saúde e bem-estar, lazer, compras pessoais, evento familiar ou de amigos e, por fim, religião ou peregrinação.

De acordo com a pesquisa, Mato Grosso do Sul está abaixo da média nacional em relação às viagens por lazer. A porcentagem do Brasil chega a 31,5%, enquanto o estado registra 16,7%.

Especificamente sobre quem viajou por lazer, 45 mil respostas (36,1%) indicaram a busca por cultura, terceiro maior percentual do país. Logo depois vem a busca de natureza, ecoturismo ou aventura (32,5%), procura por sol e praia (18,5%) e outros motivos (13%).

Transporte e hospedagem - Das 311 mil viagens realizadas durante o período indicado pela pesquisa, 60,7% utilizaram carro particular ou empresa. No segundo lugar, vem ônibus de linha (13%) e em terceiro, o avião (8,5%).

Já em relação ao local de hospedagem, 56,1% indicaram que ficaram em casa de amigo ou parente. Se hospedam em hotéis ou flats, 16,1%.