ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Após liberação da Justiça, camas estocadas no Albano Franco vão para hospitais

As camas hospitalares serão utilizadas na montagem de leitos de enfermaria

Por Ângela Kempfer | 24/03/2021 17:23
Camas estão guardadas no Pavilhão Albano Franco, em Campo Grande.
Camas estão guardadas no Pavilhão Albano Franco, em Campo Grande.

Depois da Justiça autorizar o governo do Estado a usar como quiser as 200 camas e colchões hospitalares estocadas no Pavilhão Albano Franco, a Secretaria de Saúde anunciou que vai enviá-las a hospitais do interior e reforçar a estrutura do Hospital Regional em Campo Grande.

 "Esses equipamentos serão utilizados na montagem de leitos clínicos (de enfermaria), principalmente em substituição a estruturas antigas ou deterioradas", informou o governo.

O Tribunal de Justiça considerou que o Estado não é obrigado a formalizar contrato com a empresa que questionou o processo licitatório para a compra das camas. Acórdão do publicado onde, liberou a Secretaria de Estado de Saúde para manter o contrato com a empresa de onde os produtos foram comprados.

Após a decisão, a SES informa que já recebeu dezenas de pedidos e "vai fazer a distribuição de acordo com a avaliação das estruturas hospitalares existentes e a serem melhoradas".

Briga judicial começou no ano passado, pouco antes de hospitais de campanha serem montados nos Hospitais Regionais de Campo Grande e de Ponta Porã, onde as 200 camas foram usadas para atender pacientes com covid-19 ou suspeitos.

As duas primeiras colocadas no processo de compra foram desclassificadas pela SES, A terceira foi a escolhida para a aquisição, a Hospi Bio Indústria e Comércio de Móveis Hospitalares.

Uma das desclassificadas, a Ghl Comércio de Móveis Eireli Me, de Campo Grande, acionou a Justiça para anular o processo de licitação que culminou na contratação da Hospi Bio, o que foi concedido pela Justiça. No entanto, o Estado já havia assinado contrato com esta e inclusive, foi notificado da decisão um dia depois das camas terem sido entregues.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário