ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  21    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

Cataratas vai conhecer Aquário antes de decidir se assume administração

Previsão é entregar obra em março; governo pode lançar licitação caso grupo desista

Por Adriel Mattos | 26/01/2022 16:45
Reunião foi no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)
Reunião foi no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), se reuniu nesta quarta-feira (26) com a diretoria do Grupo Cataratas, sediado no Rio de Janeiro (RJ), para cobrar um posicionamento da empresa sobre a gestão do Centro de Estudos e Pesquisas da Ictiofauna Pantaneira, o Aquário do Pantanal. A concessionária se comprometeu a analisar a possibilidade em fevereiro.

O conselho vai se reunir no dia 7 e deve visitar o Aquário antes de decidir se vai assumir o espaço. A holding que administra pontos turísticos no Paraná, Pernambuco e Rio de Janeiro venceu a licitação de 2014 para conduzir o Aquário.

“Entregamos um relatório para a diretoria do grupo, que ficou impressionada com a organização da reta final das obras do Aquário. A entrega está prevista para março de 2022 e gostaríamos muito que ele fosse operado pela Cataratas, empresa que já tem expertise no assunto e está no Parque Nacional do Iguaçu (PR), em Fernando de Noronha (PE), no Cristo Redentor (RJ) e no AquaRio (RJ)”, declarou Reinaldo após a reunião.

Caso o Grupo Cataratas decida não administrar o Centro de Estudos e Pesquisas, o governo do Estado vai assumir a gestão até escolher outra empresa por meio de licitação. “Se necessário for, vamos ter que criar uma estrutura para administrar o Aquário e abrir à visitação, até buscarmos uma nova empresa”, garantiu o governador.

Além de Reinaldo, participaram da reunião os secretários Eduardo Riedel (Infraestrutura) e Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico). A comitiva sul-mato-grossense apresentou o andamento das obras, que devem ser concluídas em março.

Aquário do Pantanal As obras começaram em 2011, mas foram paralisadas mais de uma vez. A gestão atual assumiu o compromisso de concluir a obra e abrir à visitação.

O secretário Eduardo Riedel lembrou que cerca de R$ 250 milhões foram aplicados no empreendimento que se tornará ponto turístico e centro de pesquisa.

“A empresa que assumir vai entrar num mercado que está com potencial de crescimento gigante. E nos próximos anos boas oportunidades vão surgir”, destacou o secretário.

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, o Aquário do Pantanal contará com 33 tanques, sendo 23 internos e oito externos, além de um tanque de abastecimento e um tanque de descarte de efluentes, totalizando um volume de cinco milhões de litros de água.

Cronograma – Das 13 licitações lançadas para a finalização das obras, quatro foram concluídas e nove estão em execução. As obras seguem a todo vapor para cumprimento do cronograma físico apresentado no lançamento do Projeto Aquário Transparente.

A previsão de início do povoamento dos tanques internos é 20 de fevereiro - os espaços devem entrar em operação no dia 28 do mesmo mês e já encontram-se em processo de maturação da água (preparação para povoamento).

Nos siga no Google Notícias

Veja Também