ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Com viagens restritas, UFMS prevê contratar agência por até R$ 1,7 milhão

Licitação orçou bilhetes aéreos, rodoviários, serviços de hospedagem e contratação de seguro por 12 meses

Por Jones Mário | 30/06/2020 10:44
Instituição justifica compra para participação em eventos que estão suspensos devido à pandemia (Foto: Arquivo)
Instituição justifica compra para participação em eventos que estão suspensos devido à pandemia (Foto: Arquivo)

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) abriu licitação para contratar serviços de agenciamento de viagens. A instituição pode pagar até R$ 1,7 milhão pelo serviço, em um ano.

O edital prevê até 1.725 passagens aéreas domésticas e 67 internacionais, além de até 886 bilhetes rodoviários nacionais e internacionais.

A compra ainda estima reservas para hospedagem (com almoço e jantar) e contratação de até 50 seguros de viagem.

A instituição de ensino justifica no edital que a compra de bilhetes de passagens são “de fundamental importância para as atividades de ensino, pesquisa e extensão, e também para as atividades administrativas”.

A universidade alega ainda que as viagens servem para capacitação e treinamento, participação e apresentação em congressos, seminários, simpósios e demais eventos científicos. Em maioria, estas programações estão suspensas devido à pandemia de novo coronavírus.

A emergência em Saúde também restringiu deslocamentos por toda parte. O número de embarques e desembarques, nacionais e internacionais, chegaram a cair 90% no País.

No aeroporto de Campo Grande, o volume de passageiros entre março e maio deste ano foi três quartos menor que o de igual período do ano passado, segundo dados da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária).

Rodoviárias também permaneceram fechadas por um tempo, como a da Capital, que liberou o transporte interestadual só este mês.

A compra aberta pela UFMS é do tipo pregão eletrônico. A instituição não é obrigada a contratar todos os itens licitados.

Em nota, a UFMS disse que "a licitação tem como objetivo a manutenção de serviços à universidade, que devem estar disponíveis para quando for necessário".

Ainda conforme posicionamento, "mesmo neste cenário de pandemia, serviços continuados como limpeza, vigilância, manutenção de equipamentos, fornecimento de água, luz e, sim, de passagens não podem ser interrompidos".

*matéria editada às 15h40min para acréscimo de posicionamento da UFMS.