ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Covid segue em escalada: 7 mortes e um positivo a cada 2 minutos em 24h

De sexta-feira para sábado houve o segundo maior pico da doença, com 708 testes positivos, 282 em Campo Grande

Por Marta Ferreira | 11/07/2020 10:53
Hospital de campanha no HRMS, montado para atender pacientes de covid-19. (Foto: Henrique Kawaminami)
Hospital de campanha no HRMS, montado para atender pacientes de covid-19. (Foto: Henrique Kawaminami)

De sexta-feira (10) para este sábado (11), a curva da pandemia de covid-19 em Mato Grosso do Sul teve o seu segundo maior pico de casos confirmados. Foram 708 em 24 horas. Anteriormente, em primeiro de julho haviam sido 711, o recorde de confirmações desde março em Mato Grosso do Sul.

Isso equivale a um caso a cada 2 minutos. O número de mortes avançou para 153 conforme o boletim oficial divulgado nesta manhã em tramissão pelo Facebook.

Dos registros de casos positivos deste sábado 40% são em Campo Grande, onde há hoje a maior concentração de novos contaminados pelo novo coronavírus no Estado. Foram 82, enquanto em Dourados, cidade com maior número de mortes até agora, foram 99.  Bataguassu, que vem registrando escalada da doença, teve 69 registros emn 24 horas.

Óbitos - O número de vítimas fatais da pandemia, entre ontem e hoje, subiu de 147 para 153 em Mato Grosso do Sul. Foram sete mortes por covid-19 incluídas nesse boletim.

Houve um óbito em cada cidade: Sidrolândia,  Campo Grande,  Dourados e Rio Brilhante, Aparecida do Tabuado, Camapuã e Mundo Novo. As idades dos mortos variam entre 25 e 76 anos.

As três últimas cidades citadas não tinham registrado vítimas fatais pela doença e agora entram no mapa da letalidade da covid-19.

Mapa apresentado pela secretária-adjunta de Saúde, Crhistine Maymone, mostra que só em Campo Grande, há mais de 180 internados por causa da covid-19. (Foto: Reprodução do Facebook)
Mapa apresentado pela secretária-adjunta de Saúde, Crhistine Maymone, mostra que só em Campo Grande, há mais de 180 internados por causa da covid-19. (Foto: Reprodução do Facebook)

Conforme os dados apresentados nesta manhã, o total de casos notificados no Estado atinge 12.969 desde o início da pandemia.

Desse total, 8.329 são considerados  pacientes recuperados, 4209 estão em isolamento domiciliar e os 278 restantes estão internados.

Há 130 doentes em leitos de UTI por causa da covid-19.

A secretária-adjunta de saúde, Christine Maymone, ao apresentador os dados, alertou para a necessade de quem testa positivo manter o que chamou "automonitoramento", ou seja, observar sintomas e, caso tenha por exemplo falta de ar ou febre alta, procurar unidades de saúde.

Christine lembrou também do papel do monitoramento das prefeituras, de cuidar desses pacientes para que se evite o agravamento da doença e consequente ocupação de leitos, além do risco de morte.