ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Educação é tema de debate no diretório do PSDB nesta terça-feira

Jornada leva nome da ex-senadora Marisa Serrano, defensora histórica da educação no Estado

Por Adriel Mattos | 26/10/2021 16:16
Secretária de estado de Educação é uma das convidadas do evento. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom-MS)
Secretária de estado de Educação é uma das convidadas do evento. (Foto: Edemir Rodrigues/Subcom-MS)

A secretária de estado de Educação de Mato Grosso do Sul, Maria Cecília Amêndola da Motta, é uma das convidadas da “Jornada Marisa Serrano em defesa da educação, ciência e tecnologia”, evento realizado pelo diretório estadual do PSDB nesta terça-feira, às 17h. A jornada será transmitida nas redes sociais.

“Será uma homenagem à Marisa, que defendeu a educação como instrumento de desenvolvimento, a ciência e tecnologia. Faremos um balanço dos avanços da educação durante o governo Reinaldo [Azambuja]”, disse o advogado e professor Ben-Hur Ferreira, que mediará o encontro.

Professora por formação, Marisa Serrano foi secretária de estado de Educação no primeiro mandato de Pedro Pedrossian. Foi ainda vice de Nelsinho Trad quando este foi prefeito, vereadora, deputada federal e senadora. Encerrou sua trajetória política ao se aposentar do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado), em 2017.

A secretária Maria Cecília deve lembrar projetos de sucesso na SED (Secretaria de Estado de Educação), como a Escola de Autoria, cuja proposta é trabalhar a perspectiva da formação do jovem autônomo, solidário e com as competências necessárias para o século XXI. Para que isso aconteça, a matriz dessas escolas atende de forma articulada as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular e Parte Diversificada, que incluem disciplinas eletivas, projeto de vida, estudo orientado, pós-médio, práticas experimentais e ambientes de aprendizagem, entre outras práticas.

Ontem, segunda-feira (26), a pasta lançou mais um programa, o “MS Alfabetiza”, que investirá apenas em 2022 R$ 8,3 milhões para alfabetizar todos os alunos até os 7 anos. “A educação deve ser usada como arma de defesa e evolução, serão 757 escolas impactadas nos anos iniciais”, disse a secretária na ocasião.

Participam do evento Alessandra Beker Daher, diretora-presidente da Fadeb/MS (Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica); e o professor Fábio Edir dos Santos Costa, ex-reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). O evento será transmitido pelo YouTube e Instagram.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário