ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Evolução de casos em uma semana também acende alerta na região de Corumbá

Municípios da Grande Dourados são o epicentro da doença em Mato Grosso do Sul

Por Tainá Jara | 06/06/2020 12:45
Município instalou barreiras sanitárias na entrada dos municípios (Foto: Divulgação/Prefeitura de Corumbá)
Município instalou barreiras sanitárias na entrada dos municípios (Foto: Divulgação/Prefeitura de Corumbá)

A evolução acelerada dos casos do novo coronavírus, nas últimas semanas em Mato Grosso do Sul, acederam alerta para a região de Corumbá e Ladário. Dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde) mostram que saltou de 8 para 60 o número de pacientes diagnosticados com a covid-19 na região da fronteira com a Bolívia.

“Só que a macro região de Corumbá só tem dois municípios, Corumbá e Ladário. Nos preocupa muito já que é uma área de fronteira e nós sabemos muito bem do sistema de saúde de Corumbá. Além de atender a nossa população, ele também é muito procurado pela população do País vizinho e certamente pode a qualquer momento ter um colapso”, alertou o secretário, Geraldo Resende, em transmissão ao vivo, na manhã deste sábado.

(Arte: Governo do Estado do MS)
(Arte: Governo do Estado do MS)

Os primeiros dois casos no Estado foram registrados 11º semana. A macro região de Corumbá só foi ter confirmações da doença três semanas depois. Vamos para a 23º semana, com um total de 2.132 casos no Estado.

Mesmo diante da situação de alerta na macrorregião de Corumbá, a macrorregião de Dourados é a que mais preocupa. Na segunda maior cidade do Estado e municípios vizinhos, os casos disparam a partir da 20ª semana, quando ainda havia 37 confirmações. Na semana seguinte, os casos estavam em 121, passando a 348 na 22ª semana e chegando a 492 até este sábado.

(Arte: Governo do Estado do MS)
(Arte: Governo do Estado do MS)

Na macrorregião de Três Lagoas, apesar dos registros variarem a situação parece controlada. Os municípios chegaram a 23ª semana com 23 casos, mas divulgou 45 na semana anterior.

(Arte: Governo do Estado do MS)
(Arte: Governo do Estado do MS)


Decréscimo – Mesmo abarcando o município de Guia Lopes da Laguna, com a maior incidência da covid-19 no Estado, a macrorregião de Campo Grande, apresentou queda nas confirmações dos casos.

(Arte: Governo do Estado do MS)
(Arte: Governo do Estado do MS)


Na 21ª semana, os registros atingiram o máximo de 189 casos, caindo para 159 na semana seguinte e ficando em 139 agora.

No panorama geral, no entanto, os casos dispararam no Estado. Até a 20ª semana, a máxima de confirmações em sete dias era de 162, passando a 350 na semana seguintes. Na 22ª semana, foram 560 pacientes diagnosticados com covid-19 e nesta semana os casos confirmados bateram o recorde de 714 registros.

(Arte: Governo do Estado do MS)
(Arte: Governo do Estado do MS)