ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Fiocruz aponta MS entre os 6 estados mais críticos por ocupação de leitos

Nota desta quarta-feira (26) classifica o Estado em zona crítica devido a 80% dos leitos ocupados

Por Aletheya Alves | 26/01/2022 16:55
Paciente em leito de UTI (Unidade de Terapia Oficial) na Santa Casa. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Paciente em leito de UTI (Unidade de Terapia Oficial) na Santa Casa. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Nota técnica da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) sobre monitoramento da pandemia de covid-19 divulgada nesta quarta-feira (26) apontou que Mato Grosso do Sul está entre os seis estados mais críticos em ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados a casos da doença. De acordo com o informe, os números levantados são de que o Estado chegou a 80% dos leitos ocupados para adultos no SUS (Sistema Único de Saúde).

Conforme relatado pelos pesquisadores na nota, há menos casos de covid-19 gerando internações em UTI em relação a cenários anteriores, mas a quantidade ainda é expressiva devido ao intenso contágio da variante Ômicron.

Mapa da Fiocruz em que Mato Grosso do Sul aparece entre os estados mais críticos. (Foto: Divulgação/Fiocruz)
Mapa da Fiocruz em que Mato Grosso do Sul aparece entre os estados mais críticos. (Foto: Divulgação/Fiocruz)

Devido ao rápido aumento nos casos, o quadro de ocupação apresentado no último boletim da SES (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado hoje, possui taxas piores do que o informado pela Fiocruz. No Estado, são 110 adultos internados em leitos de UTI covid-19, gerando ocupação de 97%.

Dos 110 internados em leitos destinados à UTI covid, 68 casos já foram confirmados e 42 são suspeitos.

Por macrorregião, incluindo leitos UTI para covid-19 e UTI geral, Campo Grande está com 74% de ocupação dos 215 leitos ofertados. Com os mesmos critérios, a macrorregião de Dourados está com 97% de ocupação, enquanto a de Corumbá está com 76% e a de Três Lagoas está com 72%.

Devido ao rápido aumento na ocupação dos leitos UTI, a prefeitura da Capital precisou abrir mais dez unidades no Hospital Adventista do Pênfigo. De acordo com dados municipais, a cidade está com 96% de ocupação nas UTIs com 149 leitos ocupados dos 155 disponibilizados.

Em relação aos leitos clínicos em todo Mato Grosso do Sul, são 208 adultos internados que resultam em 39% de ocupação das 532 vagas disponíveis. Ainda de acordo com o boletim da SES, o Estado possui 409.185 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia.

Entre todos os casos confirmados, o Estado registrou 9.815 mortes pela doença. Também em situação crítica apontada pela Fiocruz estão o Distrito Federal com 98% de ocupação, Rio Grande do Norte com 83%, Piauí e Goiás com 82%, além de Pernambuco com 81% e Espírito Santo com 80%.

Nos siga no Google Notícias