A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

31/05/2019 15:28

Governo avalia como "fracos" protestos de policiais nesta sexta-feira

PMs e policiais civis organizaram manifestações por reajuste salarial

Ângela Kempfer
Policiais concentrados durante protesto nesta sexta-feira em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)Policiais concentrados durante protesto nesta sexta-feira em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

O governo do Estado avalia como “fracos” as manifestações de policiais civis e militares na manhã desta sexta-feira, em Campo Grande. Apesar do anúncio das entidades sindicais de um dia de forte mobilização, na análise do governo os protestos tiveram baixa adesão.

Nas contas da administração estadual “menos de 100 pessoas participaram do protesto dos militares na frente da Governadoria”. O grupo saiu do Comando-Geral da PM e foi até a sede do Executivo com faixas e fazendo apitaço.

Já os policiais civis anunciaram paralisação nesta sexta e também fizeram manifestação em frente à DEPAC Centro, na Rua Padre João Crippa. “Apesar dos policiais terem atendido apenas flagrantes, não houve nenhum registro de problemas”, anuncia a assessoria do governo.

Em resposta aos protestos, o Executivo diz que “as entidades classistas exigem reajuste salarial, mesmo diante da crise econômica que atinge o país. O governo do Estado, prorrogou o abono, de R$ 200 em média, mas alega que já ultrapassou o limite prudencial de gastos com pessoal estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e garante que continua aberto ao diálogo com todas as categorias”.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions