ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Investigação sobre jogo do bicho chegou a grupo de SP, diz secretário

Antônio Carlos Videira afirmou que inquérito caminha "a passos largos" em MS

Por Cassia Modena e Idaicy Solano | 10/11/2023 12:13
Nesta manhã, Antonio Videira participou de evento para divulgar resultado de operação na fronteira (Foto: Paulo Francis)
Nesta manhã, Antonio Videira participou de evento para divulgar resultado de operação na fronteira (Foto: Paulo Francis)

As investigações sobre esquema ilegal de jogo do bicho em Campo Grande chegaram até uma organização criminosa do Estado de São Paulo afirmou nesta sexta-feira (10) o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antonio Videira. Ele comentou o assunto quase um mês após a apreensão de 700 máquinas relacionadas às apostas.

"Nós estamos com as investigações muito avançadas. O que se sabe é que um grupo de São Paulo, principalmente, que atua [nesse] estado vizinho, veio para Mato Grosso do Sul, ocupando este espaço que foi deixado em branco após a operação Omertà", disse.

A operação citada pelo secretário foi iniciada em 2019 e investigou as atividades de grupo miliciano, entre elas, a exploração de jogos de azar como o jogo do bicho.

Ainda segundo Videira, há um conjunto de relatórios produzidos acerca da continuidade do esquema ilegal, que incluem um do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros).

"Existem os relatórios de inteligência que foram produzidos pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, pela Superintendência de Inteligência da Secretaria de Justiça e Segurança Pública. Tudo isso foi consolidado num grande compêndio de informações e foi encaminhado para a delegada Ana Medina, que está trabalhando em cima deles. Os nossos homens estão a campo, trabalhando para identificar [os envolvidos]", detalhou.

Questionado sobre possíveis prisões já feitas, o secretário não respondeu para não atrapalhar o andamento das investigações.

Apreensão - Máquinas da jogatina foram flagradas em 16 de outubro, quando cassino clandestino foi descoberto no Bairro Monte Castelo.

Material apreendido (Foto: Direto das Ruas)
Material apreendido (Foto: Direto das Ruas)

Os 700 equipamentos para operar o esquema ilegal foram encontrados em um imóvel, cuja movimentação suspeita passou desapercebida pelos vizinhos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias