ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 11º

Cidades

Justiça alerta sobre golpe de precatório e orienta vítimas a procurarem polícia

Ligações são feitas em nome da PGE e questiona o credor quanto a seus dados pessoais e ainda pede pagamento de taxa

Por Lucia Morel | 08/04/2020 14:59

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e a PGE (Procuradoria-Geral do Estado) alertam a golpe que está sendo aplicado em pessoas que têm precatórios para receber do governo do Estado. A orientação de que as possíveis vítimas denunciem à polícia ou registrem Boletim de Ocorrência online.

Em nota, o tribunal afirma que ligações são feitas em nome da PGE e questiona o credor quanto a seus dados pessoais e ainda pede pagamento de taxa para “facilitar e antecipar” o recebimento do precatório que o cidadão tem que receber.

“Diante deste fato, a PGE e o TJMS comunicam que se trata de uma forma de golpe para obter informações pessoais, como senhas ou números de cartão de crédito, CPF e de contas bancárias”, enfatiza o comunicado.

Os órgãos sustentam ainda que qualquer comunicação oficial referente aos precatórios é feito com nos sites da procuradoria (www.pge.ms.gov.br) ou do tribunal (www.tjms.jus.br).

Outros meios são os diários oficiais do Estado ou da Justiça, bem como os e-mails institucionais, “mas sem a solicitação de qualquer dado pessoal ou senhas do credor”, evidencia a nota.

As instituições orientam ainda, para que as pessoas que receberem esta ligação procurem uma delegacia de polícia ou façam um Boletim de Ocorrência (online).

Os canais para tirar dúvidas disponibilizados são (67) 3318–2682 ou pcsp@pge.ms.gov.br da PGE; ou (67) 3314-1722 e (67) 99120-2212 ou clprecatorios@tjms.jus.br, do tribunal.