ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Mais lidas de 2020 resumem "desgraças" que o ano trouxe

A mais lida do ano fala sobre jovem que foi enterrado seguindo protocolos anticontágio, mas com teste negativo

Por Marcos Rivany | 28/12/2020 07:10
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Incêndio em atacadista foi uma das matérias mais lidas de 2020. (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)
Incêndio em atacadista foi uma das matérias mais lidas de 2020. (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)

No trágico ano que foi 2020, as reportagens mais lidas do Campo Grande News trazem histórias pautadas em crimes e mortes causadas pelo coronavírus. Nesses 12 meses, as matérias foram de overdose fatal à assassinato de casal com tiros de fuzil. Entre as notícias, a mais lida do ano, que não poderia deixar de ser o tal do "corona".

As reportagens mais pesadas são as fazem retornar os pensamentos ao "o que foi esse ano?". Ficam aí os questionamentos pertinentes no que se resume 2020. Voou? Ou demorou para passar?

Overdose - Aos 29 anos, uma médica veterinária morreu em Janeiro deste ano depois de surtar em um motel, na BR-262, saída para Três Lagoas. Segundo testemunhas, a mulher gritava e espumava pela boca e saiu correndo de dentro do estabelecimento. Outras pessoas a ouviram gritar por socorro e dizer que iria ser morta pelo acompanhante, um empresário de 30 anos, filho de um pecuarista conhecido.

Mulher morre com suspeita de overdose. Ela surtou em motel. (Foto: Adriano Fernandes / Arquivo)
Mulher morre com suspeita de overdose. Ela surtou em motel. (Foto: Adriano Fernandes / Arquivo)

Na sexta-feira, dia 17 de janeiro, seguinte à morte, a notícia de maior repercussão. A suspeita de que a médica veterinária teria tido uma overdose. Os sintomas da mulher foi o que fez a polícia chegar a esta tese. No quarto do motel, substância que parecia ser cocaína foi encontrada.

Clique e reveja a história: Suspeita é que veterinária sofreu overdose em motel com empresário

12 anos - No ambiente de alegria que o carnaval proporciona, olhar para o lado ver uma criança em coma alcoólico choca, ou pelo menos deveria chocar muita gente. A notícia mais lida de fevereiro surpreendeu muitas pessoas quanto a manchete, retrato realista de uma noite de carnaval

Homem é socorrido por amigo em meio a lixo, em dia de carnaval (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)
Homem é socorrido por amigo em meio a lixo, em dia de carnaval (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)

A imagem ‘fala mais alto’. No registro do fotojornalista Marcos Maluf, flagrante nada agradável aos olhos de homem sendo recolhido por um amigo em meio às garrafas e outros lixos deixados pelos foliões. Marcou.

Veja: ‘Criança de 12 anos está entre 40 atendidos por abuso de álcool’.

Touro à solta em avendida é contido por bombeiro após atacar pessoas. (Foto: Henrique Kawaminami / Arquivo)
Touro à solta em avendida é contido por bombeiro após atacar pessoas. (Foto: Henrique Kawaminami / Arquivo)


Ainda em fevereiro, alegria ou desespero enquanto um ‘touro’ corria atrás de policiais, bombeiros e até jornalista. A ocorrência inusitada ganhou destaque e também surgiu entre as mais lidas do site. Cômico se não fosse trágico, o touro que já havia sido contido foi solto e atacou uma motociclista e um idoso. Ambos tiveram ferimentos leves.

Relembre: Touro descontrolado invade avenida, ataca 2 pessoas e trecho é interditado

Killian Lima de Carvalho viveu apenas 3 dias. (Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo)
Killian Lima de Carvalho viveu apenas 3 dias. (Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo)

“Desumano” - Em março, corpo de bebê foi encontrado enrolado em meio a panos sujos e cheio de formigas, na maternidade de Corumbá. “Foi completamente desumano, desrespeitoso, horrível”, declarou a tia de Killian Lima de Carvalho, que viveu apenas 3 dias. O caso foi parar na polícia que apura negligência médica. O hospital também abriu uma sindicância para apurar o que aconteceu com a criança.

Reveja a matéria: “Não cuidaram nem depois da morte”, diz tia de bebê achado com formigas

Ainda em março, o caso do pastor que manteve a esposa refém e transmitiu ao vivo agressões. De grande repercussão, a atualização em tempo real do que estava acontecendo dentro de uma casa no Bairro Giocondo Orsi foi uma das reportagens mais lidas do mês. Jesus Gorgs, ex-pastor da Igreja Assembleia de Deus Missões, deixou a mulher nua e cortou o cabelo da esposa. Ele ficou preso, foi para prisão domiciliar e teve a medida revogada após a esposa retirar a medida protetiva. Eles reataram.

Veja: Pastor transmitiu ao vivo agressões contra mulher mantida refém 

Corpo é enterrado seguinto os protocolos anticontágio. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia / Arquivo)
Corpo é enterrado seguinto os protocolos anticontágio. (Foto: Sidnei Bronka/Ligado na Notícia / Arquivo)

Sem velório e sem covid - Jovem de 21 anos foi enterrado seguindo todos protocolos anticontágio do novo coronavírus, em Dourados, mas ele não tinha covid. Foi a própria família que pediu para que não tivesse velório, já que o resultado do teste não havia saído. A morte do jovem foi em abril e foi a matéria mais lida do Campo Grande News de todo ano de 2020, fazendo pensar se alguém um dia imaginou passar por isso.

Relembre: Teste de jovem de 21 anos enterrado sem velório dá negativo para coronavírus 

Mãe chora morte do filho. (Foto: Henrique Kawaminami / Arquivo)
Mãe chora morte do filho. (Foto: Henrique Kawaminami / Arquivo)

Na mesma linha, outra família também não pode se despedir de uma jovem de 18 anos, que também morreu em abril. Jenifer Taís Rodrigues de Moraes foi levada para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Tiradentes após passar mal. Ela foi atendida, mas saiu morta da unidade, direto para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). Havia suspeita de covid, por isso demorou dois dias para liberação do corpo. E mesmo com o resultado negativo na mão, não teve velório.

Reveja a história: Mãe se desespera sem saber quando enterrará filha morta em posto 

Cemitério ao lado - Em maio, a notícia que tomou conta de qualquer meio de comunicação. Parou em noticiários nacionais. O serial killer Cleber de Souza Carvalho, 43 anos, que em poucos dias teve sete homicídios nas costas, fora todos os agravantes.

"Quem vai imaginar que estava dormindo em um cemitério?" disse morador de uma casa onde foi encontrado o corpo de uma das vítimas do assassino em série. Vítima essa, o próprio primo do autor. Flávio Pereira Cece, 34 anos, morreu em 2015. No quarto de hóspedes da casa, quem dormia era outro.

"Serial Killer" mostra aos policiais local exato de corpo. (Foto: Kísie Ainoã / Arquivo)
"Serial Killer" mostra aos policiais local exato de corpo. (Foto: Kísie Ainoã / Arquivo)

Cleber de Souza, o assassino confesso de 7 homens, mortos com pauladas, vai a júri em fevereiro de 2021. Um dos julgamentos.

Clique e veja a história do serial killer: "Quem imagina dormir num cemitério?", diz morador de casa com corpo enterrado

Na nuca - Depois de executar a tiros dois policiais civis, Ozeias Silveira de Morais, foi morto horas depois. O crime cometido à luz do dia, no fim da tarde, repercutiu. O porteiro matou os policiais com tiros na nuca dentro da viatura, enquanto era conduzido para prestar esclarecimento sobre um assalto. Em nome de Ozeias, havia uma frota de veículos de R$ 250 mil, conforme apurado pela investigação do Campo Grande News.

O crime cometido em Junho, em uma das ruas mais movimentadas da cidade, no horário de maior fluxo, surpreendeu a todos. A repercussão da vida do assassino foi a notícias mais lida do mês.

Policiais civis são mortos com tiros na nuca dentro de viatura. (Foto: Paulo Francis / Arquivo)
Policiais civis são mortos com tiros na nuca dentro de viatura. (Foto: Paulo Francis / Arquivo)

Volte na história: Porteiro que matou policiais tinha frota de veículos de R$ 250 mil em seu nome 

Desfecho - O retrato fidedigno do machismo esculpido na história de Carla Magalhães, sequestrada, estuprada, torturada e morta a golpes de facão. Nesse breve resumo horripilante, o desfecho mais assustador: foi o próprio vizinho de Carla que cometeu o crime.

Corpo de Carla foi encotrado perto de casa. (Foto: Kísie Ainoã / Arquivo)
Corpo de Carla foi encotrado perto de casa. (Foto: Kísie Ainoã / Arquivo)

A jovem foi morta ao lado de casa e o corpo deixado na esquina, em julho deste ano. Carla havia saído para comprar café, até voltou para a casa, mas o que restou para a família foram os gritos de socorro. Marcos André Villalba de Carvalho, de 21 anos, o autor da morte foi preso dias depois. Ele passava pela família, cumprimentava, vendo o desespero e a súplica pela jovem.

Advogado de Marcos André tenta excluir a acusação de feminicídio. Ele permanece preso depois de ter confessado o crime.

Relembre: Desaparecida desde terça-feira, Carla é encontrada morta na esquina de casa 

Abatido - Solto graças a um Habeas Corpus concedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, em dezembro de 2018, teve o avião abatido por caças da Força Aérea Brasileira e precisou fazer um pouso forçado em uma lavoura da cidade de Ivinhema.

Dentro do avião havia 489 quilos de cocaína pura e 30 quilos de pasta-base de cocaína. Após o pouso, ele e o copiloto fugiram, mas foram encontrados pela Polícia Militar. Na época da decisão, o ministro entendeu que Nélio, com histórico de crimes e ligação com quadrilhas de tráfico, deveria responder em liberdade, até que se esgotassem todas as possibilidades de recurso. No mesmo mês, a justiça decretou a prisão preventiva da dupla.

Veja: Piloto interceptado com meia tonelada de cocaína estava solto por decisão do STF

Fogo - No susto de um domingo a tarde, milhares de publicações tomaram as redes sociais com registros do que parecia ser de início uma catástrofe. E foi. Em setembro, a notícia mais lista do Campo Grande News foi mais uma das dezenas de reportagens que repercutiam o incêndio no Atacadão, da Avenida Duque de Caxias.

Moradores ao lado de atacadista observam explosões. (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)
Moradores ao lado de atacadista observam explosões. (Foto: Marcos Maluf / Arquivo)

Labaredas altíssimas, mercado em ruínas. O desastre não ‘respingou’ somente dentro dos metros quadrados que cercavam o atacadista. Várias famílias precisaram sair às pressas de casa no entorno. Chamas e explosões, esse foi um resumo do que nunca sairá da cabeça de quem acompanhou de perto o fogo consumir o Atacadão que já está sendo reconstruído. As investigações da causa seguem.

Reveja: Incêndio chega ao estoque do Atacadão e causa explosões no prédio 

‘Pastor do tapinha’ - Um vídeo gravado sem intenção, acabou em polêmica após flagrar um pastor da alta cúpula, líder da Igreja Assembleia de Deus Missões, Antonio Dionizio, aparecer dando tapinhas no bumbum de uma ex-funcionária. Essa foi a matéria mais lida do mês de outubro que mostrou o vídeo.

O pastor foi afastado do cargo e agora, em dezembro, uma nova eleição escolheu um novo nome para liderança que antes era do ‘pastor do tapinha’.

Relembre a polêmica: Tapa no bumbum gera crise em igreja e coloca pastor na mira de conselho

“Mar” de jacarés - Na secura climática que foi para Mato Grosso do Sul, em 2020, um vídeo que mostra um “mar” de jacarés amontoados em um açude quase sem água. A gravação, que foi ao ar em novembro, foi feita no Pantanal da Nhecolândia, na região conhecida como Boca do Caronal, à beira do Rio Taquari.

No mesmo vídeo, um áudio revela gritos do gado com sede. A espera pela chuva foi a mais tensa de toda a semana, já que boa parte dos animais poderiam morrer.

Volte na história: "Mar" de jacarés e gado berrando de fome impressionam em fazenda do Pantanal

Fuzilada - Em dezembro, mais assassinatos. Dessa vez a reportagem mais lida do site, no levantamento feito até o dia 24, foi a do casal executado a tiros de fuzil na saída de um cassino na linha internacional Brasil - Paraguai. Foram mais de 100 disparos contra o carro em que eles estavam. Daiane Dias Constanci, de 27 anos, foi morta um dia antes do aniversário. Wellington Bruno Alves, de 26, marido de Daiane, era quem dirigia o carro.

O caso: Mulher fuzilada na saída de cassino morreu na véspera de aniversário

Carro ficou com porta completamente furada por tiros. (Foto: Divulgação/PCMS / Arquivo)
Carro ficou com porta completamente furada por tiros. (Foto: Divulgação/PCMS / Arquivo)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário