ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Ministério garante que MS não perderá verba de segurança na fronteira

Secretário estadual de Justiça e Segurança Pública chegou a classificar redução como "indecente"

Por Gabriel Neris | 12/08/2020 16:28
Carro com quase 200 kg de drogas foi apreendido na fronteira (Foto: Divulgação)
Carro com quase 200 kg de drogas foi apreendido na fronteira (Foto: Divulgação)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública garantiu que Mato Grosso do Sul não perderá R$ 13 milhões de investimento na segurança na fronteira do Brasil com Bolívia e Paraguai.

A pasta do governo federal informou, em nota, que os valores estimados, R$ 39,5 milhões, permanecem sem redução.

“Os critérios em relação ao Fundo Nacional de Segurança Pública não serão alterados. O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas e o Vigia (Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas), continuará com o propósito de fortalecimento nas fronteiras do Estado e do Brasil”, respondeu.

A Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) respondeu que o secretário Antonio Carlos Videira foi acionado pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) e participará na sexta-feira (14) de reunião, em Brasília, para discutir os percentuais do rateio do Fundo Nacional de Segurança Pública.

O secretário estadual classificou a perda dos R$ 13 milhões como “indecente”, avaliando que o Estado pode perder policiais da Operação Hórus, realizada na região de fronteira.

Ao governo federal, Videira vai destacar que a atuação nos 1.550 quilômetros de fronteiras  com Paraguai e Bolívia apreende a droga que alimenta a cadeia do tráfico em grandes centros urbanos. Desde 2015, as forças estaduais apreenderam 2.057 toneladas de maconha e cocaína.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário