ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

MS articula com outros estados compra conjunta de vacinas contra covid

A expectativa, segundo o governador Reinaldo Azambuja, é aumentar a gama de imunizantes a serem aplicados

Por Lucia Morel | 07/04/2021 17:55
Lote de vacinas chegando no Aeroporto de Campo Grande. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo de MS)
Lote de vacinas chegando no Aeroporto de Campo Grande. (Foto: Edemir Rodrigues/Governo de MS)

Mato Grosso do Sul e outros seis estados que formam o Consórcio de Desenvolvimento do Brasil Central pretendem comprar vacinas contra covid-19 de forma conjunta, assim como fizeram estados do Nordeste através do Fórum dos Governadores do Nordeste.

A expectativa, segundo o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) é aumentar a gama de imunizantes a serem aplicados na população, somando-os aos 26 milhões já anunciados pelo Governo Federal que serão entregues em todo Brasil neste mês de abril.

"Estamos conversando com Consórcio Brasil Central e vendo a possibilidade dessa compra conjunta de vacinas pelos estados, a exemplo do que foi feito pelo Fórum dos Governadores do Nordeste. Vamos buscar todas as ações possíveis", disse.

Alpem de MS, fazem parte do grupo os estados de Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins, além do Distrito Federal. Conforme Azambuja, já estão agendadas para a próxima semana visitas às fabricantes dos imunizantes.

"Está prevista pelo Ministério da Saúde a distribuição de 26 milhões de doses para todo o Brasil em abril. Esperamos avançar ainda mais, ampliando a vacinação e criando uma base protetiva na população para diminuir a incidência de internações e de mortes", afirmou o governador.

Mato Grosso do Sul deve receber amanhã o 12º lote de vacinas contra a covid-19. Ainda não foi divulgada a quantidade exata de imunizantes que será enviada ao Estado nesta remessa. Entretanto, conforme dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde), o Estado já recebeu mais de 576 mil doses de vacinas contra a covid-19.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário