ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

MS é o estado com maior crescimento no número de mortes por covid-19 no País

Só na primeira semana de julho, 46 pessoas faleceram em decorrência do novo coronavírus

Por Jones Mário | 10/07/2020 09:50
Usuária de transporte coletivo tem temperatura corporal aferida no terminal Bandeirantes (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Usuária de transporte coletivo tem temperatura corporal aferida no terminal Bandeirantes (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

A média de mortes por novo coronavírus dobrou em Mato Grosso do Sul passadas apenas duas semanas. De 3,14 óbitos por dia na semana de 17 a 23 de junho, o Estado registrou 6,57 falecimentos diários em decorrência da doença entre 1º e 7 de julho - salto equivalente a 109,2%.

Hoje, a evolução da chamada média móvel de óbitos em Mato Grosso do Sul é a maior do Brasil, segundo apontou o consórcio de veículos de imprensa formado por Folha de S. Paulo, G1, O Globo, Extra, O Estado de S. Paulo e UOL.

Em virtude do período de incubação do Sars-CoV-2, infectologistas que estudam a doença em pandemia recomendam comparar a média móvel de determinada semana com o índice de constatado 14 dias antes.

A média é adotada a fim de minimizar distorções nas variações diárias dos dados de óbitos e casos de novo coronavírus. Os registros costumam cair aos finais de semana, quando municípios diminuem suas equipes.

Conforme números da SES (Secretaria Estadual de Saúde), 46 pessoas morreram vítimas da covid-19 entre 1º e 7 de julho. Na semana encerrada 14 dias antes, de 17 a 23 de junho, o Estado contou 22 mortes.

Se analisados os registros da última semana de junho em relação a segunda semana, o salto na média móvel é ainda maior, de 172,6%. Ainda segundo a SES, 30 pessoas faleceram por novo coronavírus entre 24 e 30 de junho, quase o triplo dos 11 óbitos detectados de 10 a 16 do mesmo mês.

A média móvel de óbitos entre 24 e 30 de junho foi de 4,28, contra 1,57 entre 10 e 16 de junho.

Mato Grosso do Sul já acumula 11.671 casos confirmados de novo coronavírus. A doença matou 136 pessoas até agora - taxa de letalidade igual a 1,2% -, segundo última atualização da secretaria estadual.