ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

MS e só outros 2 estados registram aceleração nos casos e mortes por covid

Levantamento foi feito pelo consórcio dos veículos nacionais de imprensa

Por Jhefferson Gamarra | 28/05/2021 16:18
Entrada do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, que recebe paciente com covid-19 (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)
Entrada do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, que recebe paciente com covid-19 (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Sergipe são os únicos estados do país onde a curva dos números de novos casos e mortes provocadas pela covid-19 apresentou aceleração. O levantamento foi feito pelo consórcio dos veículos nacionais de imprensa, divulgado ontem (27). O modelo estatístico estima a velocidade da doença considerando intervalos de 30 dias

De acordo com o levantamento, Mato Grosso do Sul registrou até a noite de ontem, 281.588 casos da doença com 6.572 óbitos em uma situação considerada acelerada com crescimento rápido de novos casos.

Modelo estatístico feito pelo consórcio de veículos de imprensa mostra a aceleração da doença em MS (Foto: Reprodução)
Modelo estatístico feito pelo consórcio de veículos de imprensa mostra a aceleração da doença em MS (Foto: Reprodução)

A publicação mostra que 19 estados estão com om a curva considerada estável para os novos casos sendo eles: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Goiás, Bahia, Mato Grosso, Tocantins, Piauí, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Ceará, Maranhão, Pará e Roraima. Os demais estados e o DF estão com o crescimento em nível desacelerado para novos casos.

O consórcio usa modelo estatístico criado por Renato Vicente, professor do Instituto de Matemática da USP (Universidade de São Paulo) e membro do coletivo Covid Radar, e por Rodrigo Veiga, doutorando em física pela USP. Conforme a medição o pico da pandemia aconteceu em Mato Grosso do Sul com 56 mortes.

Segundo boletim epidemiológico divulgado hoje (28), nas últimas 24 horas, 56 pessoas morreram em decorrência da covid-19 em Mato Grosso do Sul. A média móvel da última semana, foi de 43 óbitos diários - a maior desde 29 de abril.

Atualmente, as regiões de Campo Grande e Corumbá têm todos os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados, em sua maioria por pacientes de covid-19, e as de Dourados (95%) e Três Lagoas (97%) estão em situação crítica.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário