ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

MS teve alta na cobertura vacinal de 10 dos 16 imunizantes do programa nacional

O principal avanço em 2023 foi na tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), que ultrapassou meta de 95%

Por Silvia Frias | 19/05/2024 11:08
Aumento na vacinação foi identificado principalmente na tríplice viral (Foto/Arquivo)
Aumento na vacinação foi identificado principalmente na tríplice viral (Foto/Arquivo)

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde indicam que Mato Grosso do Sul registrou avanço na cobertura vacinal infantil de 10 das 16 principais vacinas inseridas no PNI (Programa Nacional de Imunizações em 2023. A alta foi identificada, principalmente, na tríplice viral, com cobertura de 96,62% do público alvo.

Segundo o ministério, isso representa aumento de 16,76 pontos percentuais em relação ao ano de 2022, quando o índice atingiu 79,86% abaixo da média regularmente estipulada de 95%.

A dose de reforço da poliomielite aumentou de 77,25% para 82,04%, enquanto a imunização contra a febre amarela subiu de 71,36% para 75,67%, um acréscimo de 4,31 pontos percentuais. Segundo dados do Ministério da Saúde, todos os estados brasileiros registram aumento na cobertura vacinal de alguns imunizantes do calendário infantil

Para a ministra da Saúde, Nísia Trindade, os dados demonstram o sucesso das estratégias coordenadas pela pasta. “Os números consolidados reafirmam que estamos no caminho certo, de retomada das coberturas vacinais de nossas crianças, após quedas consecutivas nos últimos anos, e de reconstrução de uma das principais políticas de saúde pública do país”, ressalta.

O aumento foi registrado nos demais estados. Entre os destaques de crescimento estão: as vacinas contra a poliomielite (VIP e VOP), pentavalente, rotavírus, hepatite A, febre amarela, meningocócica C (1ª dose e reforço), pneumocócica 10 (1ª dose e reforço), tríplice viral (1ª e 2ª doses) e reforço da tríplice bacteriana (DTP).

Nos 13 imunizantes que apresentaram recuperação, a média de alta foi de 7,1 pontos percentuais, sendo que nacionalmente a que mais cresceu em cobertura foi o reforço da tríplice bacteriana, com 9,23 pontos, passando de 67,4% para 76,7%. Ao avaliar a cobertura vacinal entre os estados, a maioria apresenta melhoria na cobertura das 13 vacinas citadas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias