ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Mulher dá cerveja para vaca amarrada, filma e posta no Instagram

Ação da família mostrada no vídeo pode configurar crime, segundo delegado da Decat

Por Marcos Rivany | 28/09/2020 15:43


Em vídeo publicado no início deste mês, em 9 de setembro, uma mulher com sorriso no rosto e “divertindo” crianças, dá cerveja para uma vaca. Postagem foi feita por uma moradora de Campo Grande, em uma conta do Instagram. O vídeo chamou a atenção de leitores que fez com que a imagem chegasse até a redação do Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas.

No vídeo feito em uma área rural aqui do estado, é possível ver várias crianças rodeadas perto de uma vaca que está amarrada pelo pescoço. A alegria de tantas risadas está no fato de uma mulher que dá cerveja para o animal sem qualquer noção do problema que a bebida pode causar. Segundo a própria narração de quem filma, a vaca já teria ingerido outras marcas da bebida alcoólica.

“[...] tomou Heineken e agora Bohemia. Tá gostoso neném”, diz mulher que grava vídeo, achando bonito a outra dando cerveja para o animal.

Mulher dá cerveja para vaca enquanto posa para foto tirada por outra, junto com criança. (Foto: Direto das Ruas)
Mulher dá cerveja para vaca enquanto posa para foto tirada por outra, junto com criança. (Foto: Direto das Ruas)

Consultado, o delegado titular da Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) afirmou que ação da família mostrada no vídeo é crime. “Qualquer alimentação imprópria a animal, como a bebida alcoólica, pode ser considerado maus-tratos, o que é crime”, explica.

Conforme artigo 32 da Lei nº 9.605 de crimes ambientais, a pena de maus-tratos a animais é de detenção, de três meses a um ano, e multa. O caso será investigado

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.  


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário