ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

No Líbano, Nelsinho relata cenário devastador e comoção geral da população

Senador esteve no local onde houve a explosão em Beirute, que resultou na morte de 200 pessoas

Por Leonardo Rocha | 14/08/2020 10:05
Senador Nelsinho Trad (PSD) mostra o local onde ocorreu a explosão no Líbano (Foto: Reprodução - Facebook)
Senador Nelsinho Trad (PSD) mostra o local onde ocorreu a explosão no Líbano (Foto: Reprodução - Facebook)

Integrante da missão brasileira em viagem ao Líbano, o senador Nelsinho Trad (PSD) divulgou vídeos com os efeitos assustadores da explosão que provocou a morte de mais de 200 pessoas. Ele relatou que o local parece que foi alvo de uma “bomba atômica”, em um cenário devastador. Também destacou a comoção geral da população.

“Estamos aqui no local da explosão e a devastação é impressionante, parece que houve um estouro de uma bomba atômica. Os prédios nos arredores estão todos sem vidros, devido o impacto”, descreveu o senador (Confira o vídeo abaixo).

Nelsinho relata que o local onde houve a explosão se tratava do único “silo” do país, que estocava grãos e produtos agrícolas. Também citou o tamanho dos concretos que estavam espalhados ao redor. “Muito triste o que vemos aqui, a população está triste, mas acredito que tudo será reparado”.

O senador de Mato Grosso do Sul disse que existe uma “comoção geral” na cidade e na população e que muitas pessoas param no local para ver o tamanho do estrago. “Um cenário devastador”. Ele também esteve dentro do Palácio do 1° ministro do Líbano, que sofreu os impactos da explosão.

Escombros do local onde ocorreu a explosão no Líbano (Foto: Reproduão - Facebook)
Escombros do local onde ocorreu a explosão no Líbano (Foto: Reproduão - Facebook)

Reconstrução - Em entrevista ao Campo Grande News, Nelsinho contou que antes da pandemia e explosão, o Líbano já passava por uma crise política e social e que o acidente ocorreu justamente na área portuária, em um armazém que comportava boa parte dos cereais do País.

“Um gigantesco silo, que estava cheio de produtos, que segundo as autoridades, até amenizou o impacto da explosão. Por quilômetros do local ainda vemos casas e prédios com vidros quebrados e carros estragados”, destacou.

O senador diz que percebeu a aflição da população. “As pessoas estão com um olhar triste, estarrecidas com o que houve”. Ele acredita que a cidade vai ser reconstruída até por sua história de superação. “Beirute já renasceu várias vezes, após guerras e tragédias climáticas”.

Missão – Como presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho seguiu junto a missão brasileira que foi levar uma ajuda humanitária para o Líbano. O senador fez questão de participar da viagem por ser de origem libanesa, sendo inclusive neto de imigrantes do Líbano no Brasil.

“Fomos extremamente bem recebidos, o Brasil é muito querido aqui, tanto que passamos com o carro com a bandeira e muitas pessoas acenam e batel palmas. A nossa missão teve boa repercussão”, descreveu.

O grupo foi liderado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB), que é filho de libaneses. A viagem autorizada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), teve a participação de 13 integrantes, que seguiram em dois aviões da FAB (Força Aérea Brasileira).

Eles levaram ventiladores pulmonares, máscaras cirúrgicas, kits de primeiros-socorros e material de construção, além de ao menos 500 cestas básicas e meia tonelada de medicamentos e equipamentos. Também seguem equipe médica com 16 profissionais, entre médicos e enfermeiros, voluntários que devem atuar no país.

Confira o vídeo: