A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

10/07/2019 14:10

No meio da semana, bazar solidário gera fila de dobrar a esquina

Pessoas esperam pelo menos 40 minutos a procura de preço baixo

Tainá Jara e Clayton Neves
Pelo menos 1 mil pessoas passaram pelo bazar nas primeiras horas do desta quarta-feira (Foto: Kisie Ainoã)Pelo menos 1 mil pessoas passaram pelo bazar nas primeiras horas do desta quarta-feira (Foto: Kisie Ainoã)

O primeiro dia da edição deste ano de tradicional bazar realizado pela AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer), nesta quarta-feira, gerou fila de dobrar a esquina e horas de espera debaixo do sol. Conforme a organização, mais de 1 mil pessoas foram atrás dos produtos doados pela Receita Federal nas primeiras horas do dia. A expectativa de público era de 1,5 mil compradores entre hoje e amanhã.

Com portões abertos por volta 7h30, se mantinham lotados até a hora do almoço. Porém, por volta das 4h pessoas já se aglomeravam em frente a sede da associação, na Avenida Ernesto Geisel, no bairro Amambai.

A gestora de capitação de recursos da AACC, Fernanda Oliveira, afirma que mais de 10 mil itens foram colocados a disposição. Os produtos variam de R$ 5, como cuecas, até R$ 1 mil, referente a um repetidor de internet. Tapetes também estão entre os itens de maior preço, com média de R$ 200.

Participando pela primeira vez do evento, a securitária, Enida Roriz, 44 anos, foi até o bazar em busca de bons preços, além de contribuir com o apoio das crianças em tratamento contra o câncer. “É ótimo transformar algo ilícito em algo lícito, voltado para o bem”.

Para a pedagoga, Daiane dos Santos, 26 anos, mesmo enfrentando fila, a ida ao bazar tornou-se um evento de família. Mãe, afilhada e comadre a acompanharam nas compras. “Vim em busca do BBB. Bom Bonito e Barato”, afirmou.

Sua amiga, a síndica, Paula Rodrigues, 45 anos, participou de edições anteriores do evento que ocorre há mais de dez anos. Desta vez, ela comprou bastante brinquedos e roupas com os R$ 100 reservados para o evento. “É importante ajudar. Muitas vezes nem preciso necessariamente, mas compro pela questão da boa ação”.

Provenientes de apreensão, os produtos que tiveram mais saída neste primeiro dia foram os eletrônicos, como fones de ouvido, caixas de som e carregadores. Ainda há disponível diversas roupas, brinquedos e peças íntimas.

O Bazar da Receita Federal, ocorre durante os dias 10 e 11 de julho, das 7:30 às 17 horas. Toda a renda arrecadada será utilizada para a manutenção da Casa de Apoio da AACC/MS que, mensalmente, tem despesas básicas como água, luz, combustível, telefone, alimentação, material de limpeza e higiene pessoal e ainda toda a assistência aos beneficiários.

Serão aceitos cartões de débito e crédito como forma de pagamento.


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions