ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Operação da PF contra fraude no auxílio emergencial tem alvo em Três Lagoas

Com advogados e servidores, grupo efetuou mais de 1.500 saques fraudulentos

Aline dos Santos | 31/03/2021 12:10
Mala com dinheiro apreendida hoje em operação da Polícia Federal. (Foto: Divulgação/PF)
Mala com dinheiro apreendida hoje em operação da Polícia Federal. (Foto: Divulgação/PF)

A operação “Et Caterva”, que combate fraudes no auxílio emergencial e em precatórios, cumpriu mandado de prisão e de busca e apreensão em Três Lagoas. As duas ordens eram para o mesmo alvo.

A ação é liderada pela PF (Polícia Federal) de Cuiabá (Mato Grosso), com desdobramentos em outros 11 Estados. O grupo investigado tem advogados e funcionários públicos.

O esquema desviou mais de R$ 13 milhões em precatórios (dívida do poder público reconhecida pela Justiça) e efetuou mais de 1.500 saques fraudulentos do auxílio destinado a quem perdeu renda nesta pandemia.

Entre abril de 2020 e março de 2021, os saques fraudulentos renderam R$ 1,3 milhão para a organização criminosa.

O grupo cooptou servidores de instituição bancária (Caixa Econômica Federal), que  forneciam informações sobre precatórios à disposição para saque. Também foi constatada a participação de servidor do Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso.

Para fraudar os precatórios, documentos eram forjados, apresentando dados pessoais do beneficiário, mas com fotografia do estelionatário. Após o saque, o montante era pulverizado em diversas contas para ocultar a origem ilícita.

Ao todo, a operação tem 12 mandados de prisão (quatro preventivas e oito temporárias), 77 mandados de busca e apreensão e sequestro de bens, além de  nove medidas de suspensão do exercício da função pública.

Os mandados foram expedidos pela 5ª Vara  da Justiça Federal de Cuiabá. A Caixa colaborou com a investigação da Polícia Federal.

Nome da operação, “Et Caterva” é uma expressão em latim, utilizada de forma pejorativa, que denota a ideia de um grupo de comparsas.

Nos siga no Google Notícias