ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Operação para combater tráfico de drogas prende mulher em Corumbá

A idosa foi presa em Corumbá, no Bairro Aeroporto, por força de mandado de prisão temporária

Por Viviane Oliveira | 15/10/2021 08:05
Movimentação de policiais no Bairro Aeroporto, em Corumbá. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Movimentação de policiais no Bairro Aeroporto, em Corumbá. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Em mais uma fase da Operação Áquila, deflagrada na manhã de ontem (14), pela Polícia Civil de Pernambuco em conjunto com a de Mato Grosso do Sul, cumpriu 51 mandados, 25 de prisão e 26 de busca e apreensão.

Em Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, uma mulher de 65 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi presa no Bairro Aeroporto. Além da cidade sul-mato-grossense, os mandados foram cumpridos em Pernambuco, Acre, Rondônia, Pará, São Paulo e Tocantins. Entre os presos, estão integrantes de quadrilhas envolvidas com lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, roubo de cargas, sequestro e negociações ilícitas de armas de fogo e munições.

As investigações tiveram início em maio do ano passado, sob o comando do delegado do GOE (Grupo de Operações Especiais), Ivaldo Pereira. “A investigação foi direcionada a duas facções que se comunicavam para repassar droga uma para a outra", explicou.

Com o aprofundamento das investigações, a polícia descobriu que existia uma empresa no Tocantins que era responsável por receber o dinheiro do grupo pernambucano e adquirir a droga junto a empresas no Norte do País, especialmente, na fronteira com países como Peru e Bolívia.

Segundo o delegado, o grupo recebia dinheiro de traficantes, de presidiários envolvidos com o tráfico e de familiares de traficantes. Ao todo, em dois anos, foram movimentados cerca de R$ 65 milhões pelos criminosos. Na operação, foram presos parentes, comparsas e esposas de presos. Também foram apreendidos cerca de 10 quilos de maconha, cocaína, armamento, veículos", detalhou o delegado.

Com informações do jornal Folha de Pernambuco.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário