ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Programa de fim de semana de mães e filhos é completar álbum de figurinhas

Mães e filhos vão a banca que se tornou ponto de encontro de colecionadores do álbum da Copa do Mundo

Jéssica Benitez e Jéssica Fernandes | 10/09/2022 18:03
Fim de semana se tornou tempo de trocar figurinha com os filhos (Foto Marcos Maluf)
Fim de semana se tornou tempo de trocar figurinha com os filhos (Foto Marcos Maluf)

Depois de trabalhar a semana inteira o sonho de toda mãe é poder relaxar um pouco, se é que isso é possível, durante o final de semana. Mas para além das obrigações profissionais e cotidianas que engolem o tempo nos dias de labuta, estão os momentos de tempo livre para curtir os filhos.

Neste sábado algumas mães decidiram tentar completar os álbuns: o da Copa do Mundo com cards das seleções e o do coração com memórias afetivas ao lado da prole. O cenário para isso é simples: uma banca de jornal que se tornou ponto de encontro para quem quer literalmente trocar figurinhas.

No chão, na bancada ou do lado de fora, elas encontram um canto para, ali mesmo, iniciar a brincadeira. Michele Echeverria, 40 anos, sabe bem disso. “O que eu achei legal, por exemplo, é que hoje, sábado, a gente tá cansado por ter trabalhado o dia inteiro. Mas chega agora a gente se anima pra pode vir”, contou.

“Eu acho interessante eles trabalharem o que é troca, o que é venda. Eu acho massa esse conhecimento, essa autonomia e é uma barreira que vai quebrando e gera amizades”, completa. Seu filho, o pequeno Arthur de 8 anos, levou 200 figurinhas para trocar com outros colecionadores.

Na agenda da funcionária pública, Maria Carolina Gomes de Araújo, 35 anos, nem há mais espaço para compromissos aos sábados. O programa se tornou sagrado. Junto ao marido e ao filho, menino Miguel de 10 anos, ela bate ponto na banca Modular.

“Comecei a ajudar ele, porque ele tem dificuldade em entender, trocar e aí vai comprando muitas e não consegue administrar o tanto que compra. Enquanto o pai dele vai comprando, eu vou colando. A gente acaba gostando também”, confessou.

Há também os casos das mães que são levadas pelos filhos para que elas troquem figurinhas. A psicóloga Isabela Romanini, 37 anos, é uma delas.

“Eu completo o álbum desde a copa de 2010. O meu (filho) mais velho tem 13 anos, então é desde antes dele nascer”, contou. O costume está no sangue, já que a mãe dela também é adepta da arte de completar álbuns.

Confira a galeria de imagens:

  • Isabela e os filhos (Foto Marcos Maluf)
  • Michele e o pequeno Arthur (Foto Marcos Maluf)
  • Mãe e filhos trocam figurinhas (Foto Marcos Maluf)
  • Banca Modular reúne colecionares para troca de figurinhas do álbum da Copa do Mundo (Foto Marcos Maluf)
  • Isabela é a mãe colecionadora (Foto Marcos Maluf)
  • Maria Carolina já é frequentadora assídua do lugar (Foto Marcos Maluf)
Nos siga no Google Notícias