ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 16º

Diversão

Mãe faz grupo para trocar figurinhas e ver filho concluir álbum da Copa

No grupo, os pequenos fazem as negociações e os pais só precisam buscar as figurinhas no local combinado

Jéssica Fernandes | 10/09/2022 09:28
Álbum do Arthur com as figurinhas de alguns jogadores. (Foto: Arquivo pessoal)
Álbum do Arthur com as figurinhas de alguns jogadores. (Foto: Arquivo pessoal)

Há três semanas, o álbum da Copa do Mundo chegou nas bancas da Capital. Como de costume, pessoas de diferentes idades se unem pelo objetivo em comum de completar o material com as figurinhas dos jogadores. Para isso, a troca desses itens é indispensável e neste ano até as mamães resolveram entrar nas negociações para ajudar os filhos.

Em Campo Grande, Michele Echeverria, de 40 anos, teve a ideia de criar um grupo no WhatsApp para que os pais ajudassem os pequenos na missão. Por meio do aplicativo, as figurinhas são compartilhadas e os ‘lances’ são feitos. Em alguns casos, a criança é quem faz a oferta e depois o pai ou a mãe é quem fica responsável de ir buscar o material.

A empresária conta que teve a ideia para ajudar o filho Arthur, de 8 anos, pois nem sempre consegue ir aos pontos de encontro dos colecionadores.  “A gente não tem tempo de ficar levando onde tem troca de figurinhas. Como ele foi comprando as figurinhas vi que ele sempre precisava trocar as repetidas. Criei esse grupo para facilitar”, explica.

O menino, é claro, amou a iniciativa e já conseguiu trocar algumas com outros participantes do grupo. Michele fala que por ele entender  do assunto, ela deixa o filho ficar à frente das negociações. "Hoje às seis horas da manhã, ele postou a foto e negociou. Com o primo ele trocou bastante, achei bonitinho ele negociar”, diz orgulhosa.

Seguindo o exemplo de Michele, os adultos que também estão no grupo deixam as crianças se comunicarem e chegarem a um acordo. “Tem muitas crianças fazendo trocas. Eles jogam as fotos e falam que trocam uma por três. Quando tem pra trocar, entro em contato. Ai levo e é mais fácil”, comenta.

Por mais que não entenda do assunto, ela garante que fica animada só de ver o menino falando sobre o álbum da Copa do Mundo. “Eu nem sei quantas seleções vão jogar, mas adoro escutar ele falando. Eu aprendo”, destaca.

O grupo está aberto para novos participantes, contudo, é necessário seguir as regras. Por ter crianças envolvidas, algumas das restrições é não falar palavrões e outros assuntos que não estejam relacionados a troca de figurinhas, como política ou religião.

Quem quiser participar, é só clicar no link.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias