A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020

14/02/2020 14:01

Reunião discute ação contra coronavírus e atenção na fronteira

Estado e municípios discutem diretrizes do Ministério da Saúde para prevenção e estratégica de tratamento de casos de coronavírus

Silvia Frias e Fernanda Palheta
A reunião foi realizada esta manhã, na Escola de Saúde Pública (Foto: Fernanda Palheta)A reunião foi realizada esta manhã, na Escola de Saúde Pública (Foto: Fernanda Palheta)

Reunião entre integrantes das secretarias de Saúde do Estado e dos 79 municípios discutiu planejamento de prevenção e combate ao coronavírus e, no caso de Mato Grosso do Sul, plano de ação na região de fronteira com Bolívai e Paraguai.

Esta foi a primeira reunião da CIB (Comissão Intergestora Bipartite) do ano, que segue calendário mensal de discussão. Entre os assuntos, os trabalhos de combate ao Aedes aegitpy e, mais recentemente, o coronavírus. O encontrou foi na Escola de Saúde Pública

Sobre o coronavírus, as diretrizes de ação seguem normas do OMS (Organização Mundial de Saúde) e Ministério da Saúde, mas, conforme a gerente técnica de influenza e doenças respiratórias da Secretaria Estadual de Saúde, Lívia de Mello Almeida, há particularidades regionais que precisam ser adequadas às respectivas realidades.

“É preciso organizar o fluxo com todos os municípios, é preciso estar organizado antes da chegada do vírus aqui; independente de chegar pela fronteira ou ir direto a uma unidade de saúde, deve ser verificado se o paciente se enquadra nos critérios de caso suspeitos e dar continuidade no fluxo instituído”.

No Estado, desde que os casos de coronavírus aumentaram na China, foi estruturado sistema de atendimento nos hospitais, em situação de paciente em investigação ou infectado.

A orientação dada aos profissionais quanto ao fluxo da assistência é de que casos suspeitos, que estiverem estáveis, devem ser mantidos em isolamento no serviço de saúde, como UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), ou domicílio. Já os casos com evoluções graves, com necessidade de transferência, serão regulados via Central de Regulação Estadual para o serviço que naquele momento tiver condições de receber.

Os últimos números indicam que 1.381 pessoas morreram na China, além de 63.932 casos confirmados, além de 505 em outros 24 países.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions