ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Sem noção, tem gente que doa remédio vencido e até colágeno para o RS

Veja como doar somente medicamentos que estão sendo pedidos pelos voluntários

Por Caroline Maldonado | 18/05/2024 18:19
Medicamentos recebidos pela campanha “CRF-MS Abraça”. (Foto: Divulgação/CRF)
Medicamentos recebidos pela campanha “CRF-MS Abraça”. (Foto: Divulgação/CRF)

Voluntários que recebem diariamente os medicamentos no Rio Grande do Sul estão tendo que lidar com a difícil situação da chegada de itens vencidos ou desnecessários de todas as partes do Brasil e, por isso, pedem que a coleta seja organizada para receber apenas o necessário.

Tentando ajudar, tem gente que já doou até colágeno, que é uma proteína para dar firmeza à pele, e Roacutan, usado em tratamento de casos graves de acne, além de amostras grátis, que são embalagens com pouquíssimas quantidades.

A farmacêutica e conselheira do CFF (Conselho Federal de Farmácia), Márcia Saldanha, explica que receber medicamentos desnecessários pode gerar um problema para os voluntários do Rio Grande do Sul, pois eles terão que descartar esses produtos que não podem ir para o lixo comum.

“Os voluntários de lá pedem que sejam doados os medicamentos que estejam precisando, porque vai dar um trabalho para eles descartar o que chega e não é usado. Tem que pagar por quilo para fazer descarte correto de medicamentos. Além disso, para chegar lá esses itens que não serão utilizados ocupam espaço nas carretas”, comenta a farmacêutica.

Para não gerar transtorno e até gastos aos voluntários de lá, a campanha “CRF-MS Abraça” alerta para que as pessoas que pretendem doar consultem a lista dos produtos que os gaúchos estão precisando.

A relação atualizada passará a ser publicada no site do CRF (Conselho Regional de Farmácia) para quem quiser consultar antes de doar.

Também são aceitos produtos para curativo, fraldas e absorventes. Clique aqui para conferir a lista mais recente de remédios que os farmacêuticos estão recebendo. Não são aceitos itens que não estejam nesta relação.

Nos grupos em que os voluntários de vários Estados trocam informações diariamente, há relatos da chegada também de amostras grátis. A farmacêutica explica que esse tipo de embalagem é muito pequena e tem quantidades insuficientes para um tratamento.

A partir de segunda-feira (20), o CRF vai divulgar em seu site a lista dos medicamentos que devem ser doados. Clique aqui para acessar a página.

Onde doar - O conselho recebe as doações na Casa do Profissional Farmacêutico, sede do CRF-MS em Campo Grande, na Rua Rodolfo José Pinho, n. 66, no Jardim São Bento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Aos sábados, o atendimento é das 8h às 12h.

Nas cidades do interior do Estado, a orientação é organizar as doações junto aos estabelecimentos farmacêuticos que aderirem à campanha. Os farmacêuticos interessados em fazer parte devem enviar os dados da empresa para o email relacionamento@crfms.org.br ou entrar em contato pelo telefone ou WhatsApp (67) 9 9844-9371.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias