A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/11/2014 11:58

“Sou vítima de cruel e desumano erro processual”, diz condenado por tráfico

Aliny Mary Dias

Condenado pelos crimes de tráfico de entorpecentes,associação para o tráfico e ocultação de bens provenientes do tráfico de entorpecente, Aldo José Marques Brandão enviou carta ao Campo Grande News, neste sábado (1º), contestando a matéria publicada ontem sobre o leilão de sua fazenda e mansão, determinado pela Justiça Federal.

No texto, Aldo nega que foi piloto do traficante colombiano Juan Calos Ramirez Abadia e que foi condenado por sonegação fiscal, segundo ele, houve absolvição do crime de sonegação. Já os crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico foram cometidos em coautoria e o processo acabou sendo desmembrado.

“A outra pessoa, o hipotético coautor, foi absolvido, em grau de apelação, tendo a 5ª turma do TRF3, reconhecido que nenhum desses delitos haviam sido praticados, ou seja, tratava-se de delitos inexistentes”, diz.

O pedido para desmembramento do processo, segundo informa a carta enviada por Aldo, também tramita a 5ª Turma do TRF3, o releator é o desembargador federal Paulo Fontes.

Leilão - A Fazenda Nossa Senhora Aparecida possui uma casa sede, com quatro quartos, sendo duas suítes, sala de jantar, cozinha, jardim de inverno, área para festas com piscina. Além de mais três casas, duas de 45 metros quadrados e uma de 100m².

O imóvel também possui um paiol, abrigo para animais, um barracão, pomar, tanque de óleo diesel, com capacidade para cinco mil litros, reserva ambiental e terreno para produção agrícola.

O lance mínimo para a fazenda é de R$ 6.152.640, com um incremento, acréscimo de valor somado ao lance anterior, de R$ 50 mil. O comprador deverá pagar 30% do valor do leilão a vista e poderá parcelar o restante.

O leilão presencial e eletrônico será realizado às 9h, na Justiça Federal, localizada na Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira, 128, no Parque dos Poderes.

O leilão foi determinado pelo juiz federal Odilon de Oliveira da 3ª Vara Federal Criminal. As informações dos lotes e editais são encontradas no site www.leiloesjudiciais.com.br/ms ou pelo número de telefone 0800-707-9272.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions