A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/09/2009 19:10

A pedido, religiões entram na luta por paz no trânsito

Redação

A pedido do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), representantes de diferentes religiões seguidas em Mato Grosso do Sul entraram na luta pela paz no trânsito.

Nesta quinta-feira, líderes religiosos e autoridades reuniram-se no Hotel Jandaia para debater formas de reduzir as estatísticas de acidentes nas vias do Estado.

Durante o encontro, foi mostrado o símbolo da campanha pela paz: uma gota d' água. A gota simboliza que cada um deve fazer a sua parte para que haja mais respeito no dia-dia, no trânsito.

Trinta e cinco líderes de entidades religiosas, entre elas Arquidiocese de Campo Grande, Aliança Evangélica, Budismo de Campo Grande, Grande Loja Maçônica, Federação Espírita de Mato Grosso do Sul e pastores de várias igrejas evangélicas, ouviram autoridades sobre a situação do trânsito no Estado e assistiram a uma dramatização.

As autoridades apelaram a "todos os santos" para que as estatísticas de acidentes, e consequentemente, mortes no trânsito, reduzam. Na dramatização, feita por um médico, que também é ator, foi mostrada a realidade de quem sofre acidente e fica paraplégico.

O diretor-presidente do Detran, Carlos Henrique dos Santos Pereira, disse que a intenção desse 1º Encontro de Líderes Em Prol da Vida no Trânsito, é fazer com que os líderes, "que são potencializadores, levem a mensagem de paz, otimismo, respeito e dignidade no trânsito".

Segundo Santos Pereira, nos últimos 12 meses reduziu em 33% o índice de mortes no trânsito no Estado. Para o governador André Puccinelli (PMDB), que participou do evento, a união com as lideranças religiosas tem por objetivo reduzir ainda mais esses números.

"Cada um desses líderes vai atingir mais pessoas. A intenção é reverter as estatísticas, para que elas sejam melhores", declarou o governador, que citou como exemplo de cidadania o trânsito de Brasília. Na capital federal, conforme André, quando um pedestre vai atravessar uma via, o condutor de veículo para.

O presidente da Aliança Evangélica, pastor Ronaldo Leite Batista, considera "feliz" a iniciativa do Detran. De acordo com ele, as lideranças religiosas podem tocar a mente e o coração das pessoas. "Podem levar a mensagem de amor do cristianismo para o trânsito. Porque se você ama a pessoa, você respeita", disse Batista.

Conforme o pastor, os evangélicos já fazem um trabalho em prol da paz no trânsito. Em palestras, pedem mais tolerância. Batista disse que o trabalho começou há dois anos, quando um rapaz da igreja foi vítima de um acidente e quase ficou paraplégico.

Maria Túlia Bertoni, presidente da Federação Espírita de Mato Grosso do Sul, também aprova a iniciativa e diz que o assunto será colocado em pauta nas palestras e encontros com jovens.

Eiji Sudo, do Budismo de Campo Grande, considera "inteligente" a iniciativa do poder público e aprova a idéia de que cada um deve fazer a sua parte para que haja redução nas estatísticas negativas do trânsito.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions