A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/11/2012 09:30

Abstenção no Enem em MS foi de 32,40%, maior que a nacional

No País, faltosos somaram 27,9%. Exame teve recorde de inscritos neste ano

Nadyenka Castro
Candidatos em frente à Escola Estadual Joaquim Murtinho. (Foto: Simão Nogueira)Candidatos em frente à Escola Estadual Joaquim Murtinho. (Foto: Simão Nogueira)

A abstenção no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Mato Grosso do Sul foi de 32,40%. Isso significa que 78.004 fizeram as provas, do total de 115.870 inscritos. Outros 37,8 mil faltaram.

De acordo com dados iniciais apurados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o índice de abstenção no Estado é o maior do que a média nacional, que ficou em 27,9%.

Os Estados com maior índice de faltosos foram até agora Roraima, Bahia e Amazonas. Com menor índice registraram-se Piauí, Santa Catarina e Alagoas. No ano passado, o índice de abstenção média havia sido de 26,4% e, em 2010, 27,95%.

No último dia de prova, Mato Grosso do Sul registrou fato inédito na história do Enem. A estudante Pâmela de Oliveira Lescano, 17 anos, de Sidrolândia, deu à luz enquanto fazia a prova. Ela não sabia que estava grávida, sentiu fortes dores na barriga e foi ao banheiro. Foi então que soube que seria mãe.

A candidata vai refazer a prova nos dias 4 e 5 de dezembro, quando o exame será aplicado em unidades prisionais e socioeducativas. A assessoria de imprensa do Inep confirmou que foi o ministro da Educação, Aloizio Mercandante, quem ligou para a adolescente dando a notícia de que ela estava autorizada a fazer a prova novamente



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions