A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

25/01/2018 19:12

Ação da Emha nesta sexta-feira vai regularizar posse de 300 moradias

Segunda etapa do programa Viver Bem Morena: A Conquista do Sonho envolve regularização fundiária e transferência da titularidade de imóveis em vários bairros de Campo Grande

Humberto Marques

A Emha (Agência Municipal de Habitação) realiza nesta sexta-feira (26), a partir das 17h30, a segunda etapa do programa Viver Bem Morena: A Conquista do Sonho, no estacionamento do órgão. Serão assinados 200 contratos de regularização fundiária e 100 transferências de titularidade de imóveis construídos pela agência em Campo Grande, garantindo segurança jurídica para os atuais ocupantes das habitações.

A nova fase dá continuidade ao programa criado no ano passado, que permitiu a famílias que vivem em habitações populares construídas pela Emha há até 30 anos regularizarem a posse. “Vocês vão começar a pagar e vão ter o que é de vocês. Não terão de dar satisfação a ninguém. É ter a liberdade de dizer: hoje eu posso melhorar a minha casa, posso investir no meu terreno porque hoje eu sei que esse pedaço de chão pertence a mim”, declarou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) na ocasião, conforme reforçou a assessoria da agência.

O programa deve incluir moradias construídas em bairros como o Jardim Futurista, Bosque da Esperança, Jardim Panorama, Aero Rancho e Jardim Anache, entre outras. As assinaturas serão realizadas no estacionamento da sede da agência, na rua Íria Loureiro Viana, 415, Vila Oriente (quase na esquina com a rua Calarge).

De acordo com o diretor de Administração e Finanças da Emha, Cláudio Marques Costa Júnior, será realizado um evento ao mês em Campo Grande dentro do Viver Bem Morena. “Após a aprovação da nova lei [em, 2017], conseguiremos desburocratizar processos antigos e, assim, contribuir para que o cidadão tenha sua moradia, de fato e de direito”, explicou.

O diretor-presidente da agência, Enéas Netto, ressalta que a ação beneficia o cidadão e também o município por meio da arrecadação do IPTU, ajudando nas finanças da Emha. “Continuaremos firme nesta frente de trabalho: a regularização fundiária. Estamos desarquivando processos muito antigos, parados há muito tempo e estreitamos laços com os cartórios da Capital. O resultado deverá possibilitar o lançamento de novos programas habitacionais para Campo Grande”, destacou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions