A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

12/06/2009 14:51

Ação termina com 196 hectares de maconha destruídos

Redação

Dois milhões de pés de maconha plantados em 196 hectares foram destruídos durante os nove dias da quarta edição da operação Nova Aliança, que terminou nesta sexta-feira.

Foram encontrados 93 roças, 37 acampamentos que davam suporte às plantações, cinco prensas e 220 quilos de sementes. Foram apreendidos também pelo menos de 13 toneladas da droga já pronta para consumo.

A ação foi realizada pela PF (Polícia Federal) e Senad (Secretaria Nacional Anti-drogas do Paraguai), na região paraguaia de Amambai, em especial, nas cidades de Pedro Juan Caballero e Capitan Bado.

A Senad agiu na fronteira com três helicópteros em busca de locais de plantações de maconha, geralmente situados em locais de difícil acesso, em meio à mata fechada.

Após a localização, as plantações eram destruídas. A PF, que participou com cerca de 25 agentes na condição de observadores, contribuiu também com logística, combustível e informações de inteligência. Ainda na operação, participaram dois promotores de justiça do Estado.

Estimativa feita pela Senad calcula que os traficantes sofreram um prejuízo de U$ 6 milhões com a destruição das plantações.

Os números da operação levam em conta que cada hectare produz cerca dez mil pés de maconha. Em fevereiro deste ano, a Nova Aliança erradicou mais de um milhão de pés de maconha.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions