A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/07/2014 11:21

Acidentes matam 11% mais e já são 144 óbitos nas rodovias federais

Aliny Mary Dias
Último acidente com morte ocorreu por volta da meio-dia de ontem na BR-262 (Foto: Marcos Ermínio) Último acidente com morte ocorreu por volta da meio-dia de ontem na BR-262 (Foto: Marcos Ermínio)

Do início do ano até o último sábado (19), 142 pessoas morreram em acidentes ocorridos em rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o número de mortes aumentou 11%, isso sem contar as outras duas pessoas que perderam a vida nas entradas em colisões graves registradas ontem (24).

O balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), aponta que a rodovia que mais mata no Estado é a BR-163, com 58 mortes desde o início do ano. O número de acidentes também é alto, no entanto é menor do que no ano passado. Até o sábado 1.782 acidentes foram registrados esse ano contra 1.957 no ano passado.

Dos acidentes ocorridos esse ano, 878 se feriram de forma leve e outros 374 ficaram em estado grave. No ano passado, foram 892 feridos leves e 336 graves.

Não constam no balanço da PRF as duas mortes ocorridas nas Brs 163 e 262. Perderam a vida Raphael Dalto Le, de 27 anos, por volta das 7h30 na BR-163, na saída da Capital para Cuiabá (MT). Ele conduzia um GM Celta e foi surpreendido por um ônibus de viagem.

A segunda morte foi por volta do meio-dia e matou o diretor-presidente da MS-Gás, Lúcio Murilo Fregonese Barros, 33 anos. O acidente ocorreu na BR-262, na saída de Campo Grande para Três Lagoas. A suspeita é que o motorista que estava em um Meriva perdeu o controle da direção após uma aquaplanagem. Ele colidiu de frente com um caminhão e morreu na hora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions