ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Acusado de decapitar idosa é liberado após depoimento

Por Redação | 15/05/2010 20:01

Rodrigo Dourado Pinto, 23 anos, assassino confesso da morte da aposentado Noely Soares de Oliveira, 71 anos, foi liberado após prestar depoimento ontem no 5º DP.

Como não havia mandato de prisão e o prazo do flagrante foi ultrapassado, Rodrigo não foi detido.

O crime aconteceu na quarta-feira , no Jardim Canguru, região sul da Capital. A Polícia procura o comparsa dele.

No depoimento, Rodrigo, que trabalha como auxiliar de serviços gerais, detalhou a morte, depois de uma noite consumindo drogas e bebidas alcoólicas.

Ele diz que foi agredido a tapas pela aposentada, que o acusava de ter jogado pedras na residência dela. Para resolver o problema, Rodrigo pegou uma panela de pressão de Noely e a acertou na cabeça.

Depois, ele diz que deixou o local. Porém, após alguns minutos decidiu retornar. Ele justificou que queria conferir se a mulher havia morrido.

Rodrigo confirmou que ao retornar esfaqueou Noely e a decapitou, com um facão. Por não saber o que faria com a cabeça da idosa, decidiu pendurar em um fio, na sala da casa.

Após incendiar a casa, para não deixar pista, ele relatou que foi dormir na casa do comparsa que está foragido.

Estratégia

Nos siga no Google Notícias