A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

10/06/2011 22:34

Admitido recurso contra decisões que não consideraram tráfico crime hediondo

Paulo Fernandes

O vice-presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça), desembargador Hildebrando Coelho Neto, admitiu seguimento ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) de dois recursos especiais contra acórdãos proferidos pela Segunda Turma Criminal que descaracterizou como hediondo o crime de tráfico de drogas.

A Segunda Turma Criminal considera que traficantes pequenos, chamados de "mulas", não podem ser condenados por um crime hediondo. O MPE discordou e interpôs os recursos, relativos a dois agravo criminais, um originário de Campo Grande e outro de Ponta Porã.

Para o MPE, o tráfico de drogas é delito de especial relevância para o Direito pátrio e não perde o seu caráter hediondo.

A intenção é conseguir a realização de novos cálculos de pena com base nas frações mais rigorosas para os delitos hediondos e equiparados.

Com a admissibilidade dos recursos especiais, os processos serão encaminhados ao STJ, onde serão distribuídos a uma das Turmas Criminais para realização de novo juízo de admissibilidade e posterior julgamento do mérito.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Daqui a pouco "os mulas e os pequenos traficantes", como dizem alguns, serão tratados pela justiça tal e qual os "menores infratores". Ao invés de o judiciário"apertar" esse povo, esta é sendo benevolente. E a droga cada vez mais destruindo vidas.
 
Fernando Silva em 11/06/2011 04:48:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions