A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/12/2008 14:31

Advogado atropelado teve de deixar cheques para ter alta

Redação

A família de Marcelo Victório, advogado atropelado por um ônibus da Serrana, teve que deixar dois cheques pré-datados que somam R$ 88 mil para deixar o Hospital Sírio Libanês neste domingo, após ele receber alta. Segundo Walter Victório, pai de Marcelo, a empresa não assumiu a responsabilidade que cabia a ela em quitar o pagamento das despesas determinado pela Justiça.

O pai do advogado atropelado no dia 31 de outubro conta que, além da conta no hospital, o tratamento de Marcelo gerou despesas de R$ 130 mil que precisam ser pagas aos médicos que realizaram as cirurgias. "Os médicos trabalharam tão bem e não receberam nenhum centavo até agora", afirma ele.

Walter Victório diz que, apesar de filho ter recebido alta, o tratamento está longe de terminar. "Ele deve ficar com seqüela, porque o caso foi muito grave", afirma o pai.

Segundo ele, Marcelo ainda terá de voltar a São Paulo para que os médicos acompanhem sua recuperação. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions