A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

18/10/2013 09:24

Advogado tenta revogar prisão de esposa traída que presenciou morte do marido

Graziela Rezende

Ainda na cadeia por ter informado a Polícia ser autora da morte do marido, há quatro dias, Rhayssa Gabriella Robles de Almeida Florêncio, 26 anos, poderá ser solta nesta sexta-feira (18). Segundo a delegada Ana Cláudia Medina, responsável pelas investigações, ela permanece presa, mas o advogado da suspeita já entrou com o pedido de revogação da prisão, após as investigações apontarem para outro autor do crime.

“Ouvimos novas testemunhas e ainda marcamos mais duas oitivas para hoje. As pessoas confirmaram ter visto o empurrão no peito da vítima e, em seguida, o golpe fatal que atingiu Fernando Cardoso Nogueira, 34 anos, marido da Rhayssa. Eles apontam o irmão dela como autor do crime, porém ainda estamos esclarecendo se houve alguma combinação entre eles”, afirma a delegada Medina.

Como Rhayssa confessou o crime, ela foi presa em flagrante e no mesmo dia o juiz acatou o pedido de prisão preventiva. No entanto, as investigações avançaram para a participação de uma terceira pessoa. Paulo Renan Robles de Almeida Florêncio, 27 anos, então se apresentou acompanhado de um advogado e levou a faca utilizada no crime. Ele já foi indiciado, mas está respondendo em liberdade.

Reviravolta – Há dois dias, a Polícia desvendou o crime. Na ocasião, Rhayssa flagrou o marido com a amante na cama e foi agredida quando quis “tirar satisfações”. Ela entrou em contato com o irmão, pedindo ajuda. No caminho para a delegacia, passou em casa para pegar documentos e encontrou o marido saindo de casa, com as malas prontas.

Rhayssa disse a ele que estava indo para a delegacia, quando ele tentou agredi-la mais uma vez. O irmão saiu em defesa, pedindo para Fernando se afastar. Ele continuou investindo na briga, quando Paulo tirou do bolso da calça uma faca que utiliza parar abrir galões de água e o golpeou fatalmente, na rua Bernardo Franco Baís, Vila Carvalho, centro de Campo Grande.

Juiz decreta prisão preventiva de mulher que mentiu sobre morte do marido
O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete de Almeida, emitiu ontem (16) mandado de prisão contra Rhayssa Gabriell...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


PARABÉNS AOS DRS. WILLIAM MAKSOUD MACHADO E RICARDO MACHADO FILHO QUE ESTÃO FAZENDO UM EXCELENTE TRABALHO NESTE CASO! EXPOENTES DA ADVOCACIA! SEMPRE BUSCANDO A JUSTIÇA DOS HOMENS.........
 
Augusto Liberato em 18/10/2013 10:19:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions