A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/08/2011 18:40

Agentes comunitários de 18 cidades debatem piso salarial na Capital

Edmir Conceição*
Auditório ficou lotado com agentes comunitários de saúde de diversas regiões do Estado. (Foto: Divulgação)Auditório ficou lotado com agentes comunitários de saúde de diversas regiões do Estado. (Foto: Divulgação)

Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate a Endemias (ACE) de dezoito municípios de Mato Grosso do Sul participaram, nesta sexta-feira (19) do 5.º Seminário Regional sobre o Projeto de Lei N.º 7.495/2006, que discute a adoção de um piso salarial para a categoria em todo o país. O evento foi coordenado pelo deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), que faz parte da comissão especial da Câmara que vai proferir um parecer sobre a matéria, oriunda do Senado Federal.

o evento, que aconteceu no auditório da Uniderp, contou com a presença da presidente e com a assessora jurídica da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – CONACS, respectivamente Ruth Brilhante e Elane Alves, deputados estaduais e federais, secretários municipais de saúde, sindicalistas, sindicalistas, vereadores, técnicos e profissionais da área. Participaram ainda, ACS dos municípios de Dourados, Campo Grande, Rio Brilhante, Coxim, Itaporã, Vicentina, Fátima do Sul, Amambai, Bela Vista, Ponta Porã, Selvíria, Paranaíba, Ivinhema, Três Lagoas, Bataguassu, Nova Alvorada do Sul, Glória de Dourados e Jateí.

O coordenador do encontro, deputado Geraldo Resende avaliou como bastante positiva a participação da categoria em âmbito estadual e da representação nacional. “Tivemos a felicidade de ter entre nós as diretoras da CONACS, que tem um grande conhecimento na área e se destacam entre as entidades de âmbito nacional, pela defesa balizada que fazem de seus pleitos”, salientou o parlamentar.

Segundo os organizadores, o objetivo do seminário foi o de ampliar o debate sobre o piso salarial dos ACS, “ultrapassando os limites de territórios do Congresso Nacional, criando oportunidade para o relator da proposta, deputado federal Domingos Dutra, de agregar novas contribuições para o aprimoramento da proposição”.

Abordaram seus pontos de vista no seminário, além do deputado federal Geraldo Resende e da presidente e da assessora jurídica da CONACS, o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, o prefeito Jocelito Krug; a diretora geral de Assistência à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de MS, Adriana Tobal; o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul (COSEMS), Frederico Marcondes Neto; os deputados federais Edson Girotto, Fábio Trad e Luis Henrique Mandetta; a deputada estadual Mara Caseira e o deputado estadual Paulo Correia; e o presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande Marcos Tabosa.

Entre outras autoridades, estiveram no seminário o vereador de Campo Grande Marcos Alex; a representante da Secretaria Municipal de Saúde de TrÇes Lagoas, Maria dos Santos Almeida, representando a secretária Eliane Brilhante; o coordenador da Funasa em Mato Grosso do Sul, Flávio Britto; o presidente do PRB no Estado Dorival Betini; e o presidente da Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais da Categoria dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias Rodolfo Carlos.

(*) Com informações da assessoria



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions