A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/08/2011 16:01

Agentes de saúde querem incentivo de pelo menos meio salário mínimo

Edmir Conceição

Hoje a média salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias é de R$ 700.

Os agentes comunitário de saúde querem piso salarial de R$ 1.090 e manutenção de um benefício criado há 10 anos pelo Governo do Estado. A questão salarial dos agentes comunitário de saúde e agentes de combate a endemias é assunto de audiência pú8blica que está sendo realizada no Bloco 5 da Uniderp/Anhanguera. O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS), coordenador da bancada federal e membro da comissão especial, está intermediando negociações entre as categorias e a Secretaria de Saúde do Governo do Estado.

Hoje de manhã a diretoria da CONACS (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde) e membros da diretoria do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Campo Grande se reuniram com a secretária estadual de Saúde Beatriz Dobashi.

A Presidente da CONACS, Ruth Brilhante, avaliou não é difícil chegar ao piso de R$ 1.090,00, já que “em Mato Grosso do Sul o governo estadual já paga um incentivo de R$ 128,00, que se soma aos R$ 750 repassados para cada agente pelo Ministério da Saúde”.

A assessoria jurídica da CONACS Elane Alves diz que o incentivo criado há 10 anos entre os anos 2000 e 2002, correspondia a meio salário mínimo, mas pela falta de mobilização da categoria esse valor foi ficando defasado, estando hoje em R$ 128,00. Se a proporção fosse mantida, o incentivo seria, hoje de, 275,50.

“A secretária Beatriz Dobashi assumiu o compromisso de que tão logo o Congresso Nacional aprove e o governo federal institua o piso, o governo do Estado vai fazer a parte que lhe couber para chegar ao valor definido”, diz. Hoje a média salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias é de R$ 700.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Em tres lagoas o agente de endemias so tem direito ao incentivo do qual relatado no olerite como incentivo municipal se cumprir metas de seis casas dias para quem realiza borrifaçao ou vinte e cinco imoveis dias visitados por dia com media de ate 10% de pendencia ao mes se ficarmos doente perdemos por nao obtermos 100% de frequencia esse é um decreto nacional?
 
D'Angela Maciel Barrios em 19/03/2012 08:47:02
sou agt de endemias do municipio de tres lagoas ms e a aproximadamente107 dias sofri um acidente no transito dentro do horario de trabalho nao obtive ate o momento nenhum amparo da prefeitura municipal de tres lagoas alem disso ate meu plano de saude passou a ser de minha inteira responsabilidade. Gostaria de saber: baseado em que decreto afirma que um acidente no trabalho lhe desampara assim?
 
D'Angela Maciel Barrios em 19/03/2012 08:31:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions