ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Agentes flagram em presídio pães recheados de celulares

Por Redação | 15/08/2009 15:00

Miguel Ribeiro da Silva, 47 anos, tentou mandar para dentro presídio feminino Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande, pães recheados com celulares, carregador e até fone de ouvido.

Silva foi flagrado pelos agentes penitenciários que faziam a revista nos mantimentos no fim da manhã de hoje, durante horário de visita.

Segundo informações repassadas pela Polícia, os pães seriam entregues à interna Rosângela Cardoso da Silva.

Silva acabou detido e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Neste mês, o presidente Luis Inácio Lula da Silva sancionou a lei que considera crime a presença sem autorização judicial de celulares em presídios. Apesar de ser combatida, essa prática não previa pena específica.

Agora, Miguel deve responder por favorecimento real de acesso ao aparelho de telecomunicação a detento, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.

A lei criminaliza a intermediação e também a facilitação do ingresso de aparelhos telefônicos ou de comunicação nas unidades prisionais.