A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019

25/10/2018 11:14

Ainda faltam 2 meses pro Natal, mas já dá para praticar solidariedade

Cerca de 20 organizações planejaram ações para arrecadar dinheiro e brinquedos que serão doados para pessoas carentes e crianças

Izabela Sanchez
Campanha Compartilhe o Natal, do MPMS, foi lançada nesta quinta-feira (25) (Izabela Sanchez)Campanha "Compartilhe o Natal", do MPMS, foi lançada nesta quinta-feira (25) (Izabela Sanchez)

O ano de 2018 já anuncia seu final e uma das datas mais celebradas ocorre daqui a dois meses. É o Natal, festa que une famílias e amigos, marcada pela troca de presentes. Ainda assim, a desigualdade social deixa muitas famílias carentes como expectadores da data. É a vontade de ajudar quem mais precisa do Natal que motiva cerca de 20 instituições a organizarem campanhas de doações, e algumas delas já começaram as ações em Campo Grande.

Pelo quarto ano seguido, o MPMS (Ministério Público Estadual) move a ação “Compartilhe o Natal”, que foi lançada nesta quinta-feira (25). A campanha arrecada brinquedos, e também, doações em dinheiro, que serão destinados para 12 instituições de caridade que atendem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Coordenadora da campanha, a procuradora de Justiça Jaceguara Dantas da Silva explica que, esse ano, a campanha vai atender crianças do interior do Estado.

“Esse ano estamos procurando ampliar a campanha para o interior de Mato Grosso do Sul, através das federações das Apaes e Pestalozzis. Nós temos diversos parceiros, entre eles pessoas das empresas públicas e privadas. Da iniciativa alguns estão dando cotas em dinheiro. Nós temos uma conta, através da associação sul-mato-grossense dos membros do Ministério Público, mas o forte é a doação dos brinquedos”, explicou.

Os brinquedos podem ser doados em 11 pontos de coleta. As informações sobre os endereços, parceiros, conta para doar valores em dinheiro podem ser encontrados no site www.compartilheonatal.com.br .

“Além de ser um ato de solidariedade é um ato de você poder colocar em pauta, dar visibilidade para a temática da acessibilidade, a questão da inclusão das pessoas com deficiência, trazer a tona quantas crianças com deficiência nós temos e são atendidas por essas instituições”, comentou a coordenadora.

Quebrar o gelo e criar um pouco de magia. É assim que o grupo Liga do Bem, de “super-herois”, auxilia na entrega dos presentes, conforme explica uma das integrantes, a “Rainha Elinor”. “Nosso intuito é levar carinho e atenção. É uma interação, eles tiram foto, quebra o gelo. Já são cinco anos. O superman teve a ideia de se vestir e percebeu que isso quebra essa barreira para estabelecer um contato”.

Grupo Liga do Bem ajuda na distribuição dos brinquedos (Izabela Sanchez)Grupo "Liga do Bem" ajuda na distribuição dos brinquedos (Izabela Sanchez)

Campanhas – O Masc (Movimento de Apoio Social Campo-Grandense), também já começou ações da campanha que atende famílias de diversas regiões da Capital. Neste ano, a campanha será voltada à Vila Anache e bairros adjacentes, como Vida Nova, Columbia, Nova Lima e outros. O objetivo é arrecadar 1.500 brinquedos.

A Abrec (Associação Beneficente dos Renais Crônicos de Mato Grosso do Sul) conta com a ajuda de parceiros para doar brinquedos aos pacientes renais crônicos, crianças e filhos de pacientes. Coordenadora da Associação, Silmara Guimarães explica que a campanha já acontece há mais de 10 anos. Os interessados podem realizar doações na sede da instituição.

“A gente está arrecadando brinquedos através da própria entidade, através das mídias sociais, parceiros. Quem quiser doar pode doar direto na sede da Abrec. Já é realizada a mais de 10 anos, são doados para os pacientes que fazem hemodiálise, que são doentes renais crônicos, que são atendidos pela Abrec. A gente entrega para as crianças e para os filhos dos pacientes adultos, entre 200 a 300 brinquedos”, conta.

Silmara afirma que a adesão é grande. “A gente atende nessa festa de natal mais de mil pessoas, com almoço, tudo em prol deles. A gente sempre consegue fazer um evento bom que atenda a necessidade deles, e a gente só consegue com a colaboração da sociedade”, pontua.

Criança mais feliz. É o nome e o objetivo da Associação de Moradores do Bairro Ronaldo Renuta. Brinquedos e uma festa com bolo, pula-pula e até corte de cabelo ocorre no dia 23 de dezembro. É a segunda edição da campanha, que no ano passado distribuiu 300 brinquedos. Presidente da associação, Carlos Alberto Romero, 40, afirma que o objetivo, agora, é conseguir arrecadar 500.

“Muitas pessoas passaram a investir ou apoiar por acreditar, são parceiros, bombeiro, policial, funcionário público. São pessoas que acreditam no trabalho, algumas doaram dinheiro, é raro ter uma entrega direta de brinquedo. Hoje a sede provisória fica na minha residência”.

A iniciativa, conta Romero, começou pelo olhar solidário com as condições do bairro. “A nossa região é, na sua grande maioria, oriunda de áreas de extrema dificuldade, há um quantitativo de crianças que os pais passam dificuldade, então você vê aquela necessidade de fazer alguma coisa”, explica.

“Hoje nós estamos começando bem antecipado, porque do que foi feito no ano passado queremos fazer com uma estrutura maior, buscando essa parceria, porque a sensação que isso trás... é poder alcançar o objetivo, ver que os pais acreditam nesse trabalho”, destaca.

Para doar, basta procurar a Associação, na Rua Jessé Soares Vieira, 40, ou pelos telefones (67) 3385-4073 e (67) 9 9273-0459.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions