A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/05/2010 08:30

Aluno de autoescola tem que fazer 20% das aulas à noite

Redação

A partir de hoje, 20% da carga horária de aulas práticas de direção de veículos têm que ser durante a noite, conforme a resolução de 347, do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Alunos, donos de autoescolas e instrutores consideram a medida importante, mas nem todos crêem que a Lei vá sair do papel.

O presidente do sindicato dos instrutores, Paulo Benites, define a lei como "inócua". "Já tínhamos a resolução 285, que prevê que o candidato tem que fazer aulas em condições adversas e não saiu do papel", afirma. Para ele, em um primeiro momento, com o assédio da imprensa, a Lei deve ser colocada em prática, mas a falta de fiscalização e a situação financeira das autoescolas tendem a fazer cair no esquecimento.

"As autoescolas não têm como contratar mais instrutores. Muitas estão com os carros parados e o Detran não tem pessoal para fiscalizar a Lei", diz. Para ele, ocorrerá o mesmo que acontece com a ampliação da carga para 20 horas. "Só na Capital a carga é cumprida. Muita gente vai para cidades do interior para tirar a CNH e fazem um exame ridículo com apenas 4 horas de aula", denuncia Benites.

Já o presidente do Sindicato dos Proprietários dos CFCs (Centros de Formação de Condutores), Wagner Roberto Prado, afirma que as aulas noturnas são factíveis e diz que as empresas vão se adequar e devem elevar o quadro de instrutores em 10% a 20%, apesar de destacar que o movimento caiu muito.

Ele considera fundamental que os alunos tenham aulas no período noturno para saírem preparados e reduzir o número de acidentes. Com relação à fiscalização, ele diz que está em estudo no Detran que seja feita por GPS.

Para os alunos de autoescolas, as aulas noturnas são importantes, mas alguns também acreditam que a legislação será driblada.

Gabriela Oliveira da Rocha, de 24 anos, trabalha de dia e faz curso de Técnico de Enfermagem durante a noite. Ela foi surpreendida pela notícia e diz que quando iniciou o processo para retirar habilitação não sabia que teria que fazer aulas de noite. "Não sei como vou fazer, mas haverá um jeito. Nós estamos no Brasil", disse. Gabriela ressalta que acha importante que o candidato dirija de noite para adquirir experiência.

Alex Araújo Mendes, de 21 anos é garçom e como trabalha de noite afirma que para continuar o processo terá que pegar parte das férias até concluir o curso. Ele acredita que não terá dificuldades, porque está acostumado com a noite e sente mais sono no período da manhã. Porém, ele pondera que durante o dia é mais fácil aprender por conta da luminosidade.

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions