A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/03/2010 11:42

Alunos realizam 2º ato em defesa da UEMS na rodoviária

Redação

Os estudantes e professores da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) realizaram, neste sábado, o segundo ato em defesa da transformação do prédio desativado da Estação Rodoviária Heitor Eduardo Laburu em pólo de ensino superior. Eles realizaram passeata no centro e fizeram um abraço simbólico no prédio, desativado desde o dia 31 de janeiro deste ano.

A manifestação começou na Praça Ary Coelho. Eles realizaram uma passeata até o

terminal rodoviário. A universidade estadual oferece quatro cursos na Capital e as aulas são ministras provisoriamente na Escola Estadual Hércules Maymone.

Professora do curso de Artes Visuais, Geografia e Pedagogia, Carla Centeno, 46 anos, afirmou que o espaço poderá abrigar laboratórios, salas de aula para graduação e pós-graduação. "Será possível a transformação do cinema em teatro e isso terá valor para diversos cursos", declarou.

O deputado estadual Pedro Teruel (PT) também defendeu a transformação da rodoviária em pólo de ensino. "A imagem da rodoviária velha é feia. Uma universidade bem estruturada no local será uma imagem de orgulho para o campo-grandense. Deixar a obra abandonada oferecer perigo para a população", afirmou o petista.

Durante a passeata, os estudantes cantaram "ôôô, a UEMS e o povo, vai estudar na rodô". E também recorreram a música de Geraldo Vandré, cantada durante as manifestações na ditadura militar "Pra não dizedr que não falei das flores".

Receosos com o destino do prédio, os comerciantes apóiam a proposta. "Só pelo fato de não ficar de portas fechadas, já melhora muito", comentou Sandra Kiyoumura, 43. Ela contou que nem os vizinhos da rodoviária vão ao local porque estão com medo do local, fechado por tapumes.

A proposta ganhou a simpatia até de quem passava na rua e via o ato. "

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada de acesso ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions