A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/07/2015 16:55

Após 25 anos, Assembleia repassa casa de saúde para a Cassems

Juliana Brum
O Centro de Saúde não fechará apenas será administrado pela Caixa (Foto - Fernando Antunes)O Centro de Saúde não fechará apenas será administrado pela Caixa (Foto - Fernando Antunes)

O Centro de Saúde da Assembleia Legislativa passará para o comando da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado do Mato Grosso do Sul). A mudança de comando visa otimizar custos e reduzir gastos, já que a manutenção representava gasto de R$ 400 mil por mês para o legislativo estadual. 

A casa existe desde 1990 e hoje tem cerca de 66 funcionários, entre médicos e técnicos. De acordo com o primeiro secretário da Assembleia, Zé Teixeira (DEM), cerca de 90% dos servidores têm Cassems. Por esta razão, a Caixa de Assistência vai assumir o comando da casa de saúde

A decisão fio tomada pela comissão criada especialmente para saber dos custos que o centro de saúde gerava para a Casa de Leis, composta pelos deputados Onevam de Matos (PSDB), Amarildo Cruz (PT), Mara Caseiro (PTdoB), George Takimoto (PDT) e Antonieta Amorim (PMDB). 

"O SUS gasta por ano R$ 60 com um paciente. O Centro de Saúde gastava R$ 600 por mês. O prédio não vai fechar, apenas está sendo transferida administração do serviço de saúde, gerando uma maior economia. O centro continuará atendendo os servidores, " salientou Teixeira.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Casa de Leis, Nailor Fernandes, mesmo os servidores que não tenham o plano da Cassems serão atendidos nas consultas rotineiras normalmente. "A Assembleia pagará o fator e as especialidades serão atendidas pelos profissionais que serão reaproveitados da Casa de Saúde". afirmou Nailor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions