A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/11/2012 11:15

Após 4 eleições informatizadas, advogados vão votar com papel

Serão 46 urnas em todo o Estado. Estão aptos a escolher novo presidente da OAB/MS 7,7 mil profissionais

Nadyenka Castro
Na eleição de 2009, voto foi eletrônico. Eleito foi Leonardo Duarte. (Foto: Arquivo)Na eleição de 2009, voto foi eletrônico. Eleito foi Leonardo Duarte. (Foto: Arquivo)

Após quatro eleições com urna eletrônica, a escolha para nova presidência da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) seccional de Mato Grosso do Sul, será com cédula. O pleito para o comando para o próximo triênio acontece nesta terça-feira.

No Estado, aproximadamente 77% dos advogados ativos estão aptos a votar e poderão fazer isso em Campo Grande e nas 31 subseções do interior. A votação será manual porque as urnas eletrônicas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estão em manutenção devido às eleições municipais.

A votação começa às 9 horas e termina às 17 horas. Podem votar os profissionais inscritos na Ordem adimplentes até 19 de outubro. Nesta situação, conforme a OAB/MS, estão 7.705 advogados dos cerca de 10 mil ativos.

Aqueles que regularizarem a anuidade até o dia do pleito não poderão votar, mas também não pagarão multa. Paga o valor correspondente a 20% da taxa anual o advogado que, mesmo apto, não votar e não justificar.

Para votar é preciso apresentar ao mesário a identidade funcional. Serão 46 urnas, sendo 14 em Campo Grande, duas em Dourados e uma em cada uma das demais subseções.

Cada urna terá três mesários responsáveis. Estes farão a contagem dos votos. A previsão é que o novo presidente da OAB/MS seja conhecido até às 21 horas.

Concorrem à presidência da OAB/MS três chapas: “OAB Forte e Presente”, encabeçada por Júlio Cesar de Souza Rodrigues; “Restabelecendo a Ordem”, do candidato Marco Túlio Murano Garcia e “Renova Ordem”, de Alexandre Aguiar Bastos.

O presidente eleito irá substituir Leonardo Avelino Duarte. A última eleição foi em 2009.

Comissão de Meio Ambiente da OAB/MS discute Direito dos animais amanhã
A Comissão do Meio Ambiente da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) realiza neste sábado (17) um encontro para discutir o Direito dos Animais. A re...
OAB/MS está em segundo lugar no ranking de advogados com certificação digital
Nos últimos anos, foram emitidos mais de 5 mil certificado digitais para advogados de Mato Grosso do Sul. Com isso, a OAB (Ordem dos Advogados do Bra...
Após solicitação da OAB/MS, diminui superlotação em delegacia da PF
Após a reclamação da OAB, os prazos para transferência de presos em Ponta Porã cairam de 10 dias para 24 horas, segundo divulgou hoje a entidade. A m...


A OAB entrou na era do modernismo, tal qual os Estados Unidos ?
As eleições serão em cédulas, porque os advogados não acreditam na informática ?
Os candidatos estão prometendo "maravilhas" para a Ordem, e vão realizar as eleições como antigamente ? Não dá para entender, isto é remar de marcha á ré.
Com a morosidade do processo, as eleições normalmente não terminam até o horário previsto, e a apuração demora um tempão.
Aí então, os insatisfeitos não concordam com o resultado, e pedem a recontagem dos votos, assim as eleições podem parar na justiça.
Depois os advogados entram e campo, para resolver a pendenga.
Tomara que dê tudo certo, mas este filme eu já conheço.
 
VALDIR VILLA NOVA em 19/11/2012 15:43:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions