A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/03/2014 18:37

Após transtornos ao público, PF negocia espaço maior para emissão de passaportes

Zana Zaidan
O novo posto da PF é causa de transtornos para quem está em busca do passaporte (Foto: Marcos Ermínio)O novo posto da PF é causa de transtornos para quem está em busca do passaporte (Foto: Marcos Ermínio)

Depois de ouvir sucessivas reclamações de usuários e demonstrar descontentamento com as novas instalações do posto de emissão de passaportes, a superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul negocia com o Shopping Campo Grande um espaço maior, que atenda à solicitação dos agentes e da própria população.

A delegada-chefe de Imigração da PF, Flávia Renata, afirma que o lugar é “apertado” e admite que há muitas reclamações de usuários, que chegam a aguardar do lado de fora em dias de pico. Em novembro do ano passado, o posto saiu da sede da PF, na Vila Sobrinho, e passou a funcionar na parte externa do shopping, ao lado do Detran. A mudança segue a padronização do atendimento nas capitais, cuja tendência é concentrar os postos em pontos centrais e com grande fluxo de pessoas.

Além do desconforto, outros problemas são apontados – a oscilação do sistema passou a ser constante, o que interrompe o processo de emissão do passaporte. Segundo a PF, o link com a Casa da Moeda, responsável pela confecção do documento, e com Brasília fica “fora do ar por tempo indeterminado”.

“Foi um problema em janeiro, porque muita gente espera as férias, quando está com tempo livre, para resolver questões como tirar o passaporte. Em praticamente todos os dias de dezembro e janeiro o sistema apresentou problemas”, lembra a agente de viagens Marcella Romeiro.

Solução – Se não houver consenso com o Shopping Campo Grande, a ideia da PF é mudar para outro shopping da cidade, ou encontrar um espaço na região central da cidade, a fim de se manter em um local de fácil acesso para a população. Outra possibilidade é voltar para o posto original, na Vila Sobrinho.

O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa do Shopping Campo Grande para saber se o pedido da Polícia Federal será atendido, mas, até o fechamento desta reportagem, não obteve retorno.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions